Aparte
Opinião - De dia e de noite: Tobias Barreto vive!

[*] Paulo Marques

Nesta segunda-feira, 7 de junho de 2021, fez 182 anos que as terras da antiga Vila de Campos registraram o nome do homem que revolucionou o tempo em que viveu.

Tobias Barreto nasceu em 7 de junho de 1839.

Desde sempre, o crítico Tobias Barreto travou embates com forças que poderiam deixá-lo inerte. Seja na arte da poesia ou na então tribuna da província de Escada, os ideais do filósofo jamais passaram despercebidos.

Hoje, a busca é outra. É a da preservação do legado de Tobias, defendida por aqueles que reconhecem o poder das palavras evocadas por esse jurista.

E foi a fim de salvaguardar esta história que entre os dias 1º e 7 de junho a população tobiense pôde acompanhar a Semana Cultural dedicada a ele.

As bandeiras foram hasteadas na manhã da última terça-feira, 2. O momento marcou o início das homenagens que sucederiam dali por diante. O evento contou com diversas atividades.

O pensamento de Tobias foi expresso em muitos formatos. Da discursão acadêmica a declamação de poemas dele, a mensagem que corria era a da alegria: “Esse é o Tobias!”. Uma frase dita por muitos que passaram pela Câmara de Vereadores do município.

Tobias Barreto foi poeta, jornalista, deputado, crítico e filósofo. Era um homem que ao avistar injustiça escolhia a sua melhor faceta para dizer por “a mais b” que não compreendia.

Bastante reconhecido por seus escritos, o filho de Emerenciana Barreto de Menezes conseguia reduzir a imensidão do mundo em um pedaço de papel. Deve ter aprendido com Homero, já que com Isaias foi profeta e com Alexandre foi rei.

Seja dia ou noite, ou melhor, em dias e noites, o trabalho de um dos maiores intelectuais brasileiros deve ser prestigiado. Tobias vive!

[*] É poeta, jornalista e fotógrafo e atua na Secom do Governo Municipal de Tobias Barreto.

 

Ω Quer receber gratuitamente as principais notícias do JLPolítica no seu WhatsApp? Clique aqui.

Deixe seu Comentário

*Campos obrigatórios.