Aparte
Jozailto Lima

É jornalista há 38 anos, poeta e fundador do Portal JLPolítica. Colaboração Tanuza Oliveira.

Morre o economista Jair Araújo de Oliveira, um homem bom
Compartilhar

Jair Oliveira: embora muito cedo

Antes de ser um economista e um bancário de carreira muito bem-sucedida, Jair Araújo de Oliveira, de 64 anos, sempre foi um camarada alto astral. Um típico homem bom.

Na tarde desta sexta-feira, 18, Jair Oliveira partiu. Morreu - o corpo será velado nesta noite de sexta pra sábado no OSAF e levado para Feira de Santana, na Bahia, onde será sepultado no mesmo jazigo do pai, o ex-vereador de Serrolândia Alcides Avelino de Araújo.

Desde o ano passado, ele vivenciou severos problemas de saúde iniciados por uma Covid-19 que o levou à intubação. Mas não morreu vítima direta desta doença. Ele foi vítima de infecção causada por uma erisipela e diversas comorbidades.

Nascido em Serrolândia, Bahia, na Chapada Diamantina Norte, Jair fez Economia na Universidade Estadual de Feira de Santana - UEFS. Tinha um bom humor exorbitante que parecia desconhecer tempo ruim.  

Ele foi homem de carreira no Banco do Nordeste do Brasil, chegando à Superintendência do BNB para Sergipe e Alagoas no final dos anos 90. E ainda estava atuando na gerência de uma agência na Grande Aracaju.

Mais tarde, Jair Araújo Oliveira caiu nas graças do governador João Alves Filho e, por convite desse, presidiu o Banese entre 2003 e 2006. Depois, com João Alves prefeito de Aracaju, foi secretário de Finanças da capital. Isso entre 2015 a 2016.

Ao saber do falecimento dele, o Banese emitiu uma nota de pesar e de lamento, reconhecendo a importância dele na gestão do banco.

“O Banese consterna-se pelo falecimento de Jair Araújo de Oliveira, ocorrido nesta sexta-feira, 18 de junho de 2021”, disse a nota.

“Jair Oliveira presidiu o banco no período de 2003 a 2007. Reiteramos a importância da gestão dele para o Banese, ao tempo em que nos solidarizamos com a família e amigos”, completou.

Segundo a família, Jair estava internado na Unidade de Terapia Intensiva de um hospital de Aracaju há mais de um mês. Ele teria sido atacado por uma anemia forte.

Jair deixa esposa, quatro filhos e uma neta - ele era um pai exemplar, do tipo babão - Luis Artur Neves Araujo, Marco Aurélio Neves Araujo, Paulo Ricardo Neves Araujo e Deyse Daniela da Silva Araújo Cabral. 

Foto: Tv Sergipe/ Reprodução

 

Ω Quer receber gratuitamente as principais notícias do JLPolítica no seu WhatsApp? Clique aqui.

Deixe seu Comentário

*Campos obrigatórios.

Nick _ nego santo da minh’alma
Jair se programava . era veemente . gostava da expressão “dever de casa” . boas conversas .
Edinete de Oliveira lima Silva.
Um homem de coração imenso, não média distância para ajudar as pessoas. Honesto trabalhador um exemplo de pai. Ele permanecerá vivo em Nossos corações. Vai com Deus primo.😭💔🙏🏻