Aparte
Jozailto Lima

É jornalista há 38 anos, poeta e fundador do Portal JLPolítica. Colaboração Tanuza Oliveira.

Nitinho vê novos vereadores de Aracaju prontos para “Era do Parlamento Digital” 
Compartilhar

Nitinho: “Tanto a composição passada quanto a atual demonstrou grande habilidade com as ferramentas digitais”

Exercendo o sexto mandato de vereador e na Presidência da Câmara de Vereadores de Aracaju desde janeiro de 2017, Josenito Vitale, o Nitinho, PSD, passa por um momento de aprendizado ao capitanear o Poder Legislativo numa situação ímpar: a Era do Parlamento Digital.

“É acessível, rápido, eficiente e seguro”, define Nitinho. Com sessões 100% online através do Plenário Virtual, o Poder Legislativo de Aracaju mantém a mesma estrutura dos Pequeno e Grande Expedientes, quando a palavra é livremente franqueada aos vereadores em sessões às terças, quartas e quintas-feiras.

Simultaneamente, as comissões, frentes parlamentares e a Procuradoria da Mulher realizam atividades de segunda a sexta em calendários próprios definidos em comum acordo entre os membros.

Mas, segundo Nitinho, nada disso tem impedido o andamento dos trabalhos e nem a apropriação dos ritos deste Poder. Isso porque, segundo Nitinho, os vereadores enxergaram rapidamente a dimensão da crise.

“Tanto a composição passada quanto a atual demonstrou grande habilidade com as ferramentas digitais. A adaptação foi rápida”, garante Nitinho.

De acordo com ele, o parlamento sabia que a crise sanitária exigiria muito comprometimento, pincipalmente para auxiliar o Poder Executivo da capital.

“Assegurando benefícios financeiros, medidas sanitárias e de saúde pública. É uma luta contra o tempo. Todos estão empenhados. É uma força tarefa em favor da vida”, resume.

Para isso, além do plenário virtual, outras adequações foram necessárias. “A grande alteração foi operacional e de logística. Limitamos o acesso, porque o risco da doença nos obrigou a reduzir o contingente de visitantes e funcionários nas instalações da Câmara”, diz Nitinho.

“Hoje, adotamos o teletrabalho para os mais vulneráveis, rodízio presencial para os servidores fora do grupo de risco e tramitação digital substituindo uma grande parcela da tramitação documental”, explica.

Nitinho acredita que, apesar de ser uma nova modalidade de trabalho, ela é mais acessível ao povo e muito mais rápida.

“Todo mundo pode assistir de casa pela TV Câmara ou pela internet. A própria pandemia nos ensinou a ser mais rápidos e eficientes. Um exemplo foi a tramitação da autorização para inclusão de Aracaju no Consórcio Nacional Público para compra de vacinas. O projeto deu entrada, tramitou administrativamente, foi votada em três discussões, aprovada por unanimidade e entregue nas mãos do prefeito Edvaldo Nogueira em 48h”, lembra.

 

Ω Quer receber gratuitamente as principais notícias do JLPolítica no seu WhatsApp? Clique aqui.

Deixe seu Comentário

*Campos obrigatórios.

Felicio Gomes de Oliveira
Vereador Nitinho vitalle, competência e trabalho todos juntos pelas mãos dos amigos.