Aparte
Luciano Pimentel denuncia pesquisa mascarada em São Domingos

Questionário aplicado em São Domingos: Luciano Pimentel ausente

Em entrevista a este portal no último domingo, o candidato ao Senado Alessandro Vieira, Rede, fez uma revelação preocupante sobre a suposta falta de lisura de institutos de pesquisa nestas eleições. Ele disse que um tal instituto lhe deu com menos de 1% de intenção de votos e um outro com acima de 9% numa mesma semana.

Qual dos dois estaria correto? Em decorrência disso, Alessandro prometeu agir duro: “Eu não fico só na palavra, eu gosto da ação. Por isso que vamos representar, no Ministério Público Federal e na Polícia Federal, um pedido de apuração dessa situação e de outras coisas relacionas a pesquisas, como os financiamentos”, disse ele.

“Quem paga pelas pesquisas eleitorais? A maioria das pesquisas registradas no TRE aponta pagamento com recursos próprios, e existem indicativos fortes de que isso não é verdade. E nisso você pode até ter cometimento de crime. Nós precisamos trazer tudo isso à tona e de forma clara, porque o cidadão precisa estar bem informado. As pesquisas têm uma função imensa no processo eleitoral, porque servem como peça de propaganda, por isso há essa variação tão grande: a depender do interesse, você motiva ou desmotiva campanhas”, disse Alessandro.

Esta semana, o deputado estadual Luciano Pimentel, PSB, candidato à reeleição, trouxe outra queixa bem pertinente a este cenário. Ele informou que um instituto de pesquisa realizou sondagem eleitoral no município de São Domingos, onde é apoiado pela liderança do ex-prefeito Hélio Mecenas e de onde pode sair como o mais votado nas eleições daquele lugar.

Mas, ao se deparar com o questionário aplicado por esse tal instituto, Luciano Pimentel tomou um susto: o nome dele não constou do questionário induzido. Ali estavam apenas os nomes dos candidatos Venâncio Fonseca, Diná Almeida, Talysson de Valmir e as opções “Não votaria em nenhum destes” e “Não sabe”.

“Ora, não tenho nada contra esses três nomes arrolados. Sou até amigo de alguns deles e são os três gente boa. Mas sem o meu nome nessa lista, uma pesquisa dessa não pode estar correta nunca. Seu resultado será sempre mascarado e os prejudicados principais seremos eu, as lideranças e o povo de São Domingo”, diz Luciano Pimentel.

Nesse caso, está certo o candidato Alessandro Vieira: pesquisas assim “servem como peça de propaganda, por isso há essa variação tão grande: a depender do interesse, você motiva ou desmotiva campanhas”.

Deixe seu Comentário

*Campos obrigatórios.