Aparte
Jozailto Lima

É jornalista há 38 anos, poeta e fundador do Portal JLPolítica. Colaboração Tanuza Oliveira.

São 31 anos de um estar em Aracaju. Só tenho o que agradecer
Compartilhar

Jozailto recebe Marcelo Déda, então governador de Sergipe, no lançamento de Viagem na Argila no dia 14 de março de 2012. Livro já vai na terceira edição, esgotada

[*] Jozailto Lima

Tenho um carinho bem mais do que especial pelo dia 15 de março. Foi num 15 deste mês que atraquei em Aracaju. Era 1990 e eu tinha 29 anos. 

Cheguei numa quinta-feira de madrugada. Fazia um frio danado no Terminal Rodoviário Governador José Rollemberg Leite. Hoje, completam-se 31 anos. 

(Não sei se devo lembrar - mas lembro, porque o fato político sempre me acompanhou: era dia da posse de Fernando Collor de Melo na Presidência da República, aquele que houvera sido eleito em 1989 na primeira eleição presidencial direta depois dos 21 sombrios e tenebrosos anos de ditadura militar - eu cobri a campanha inteira naquele ano).

Muita coisa mudou em minha vida nestas três décadas. Ah, e na da cidade de Aracaju também.

Neste tempo todo, bacharelei-me em Comunicação Social - motivo da minha vinda - e exerci minha profissão de jornalista com muita ética e com uma paixão bem ao modo que os de escorpião sabem muito bem imprimir.

Mas, se eu tivesse de recomeçar, faria tudo de novo - inclusive me iniciaria exatamente pelo Feira Hoje, em Feira de Santana, passaria pela TV Subaé e pelas sucursais feirenses da Tribuna da Bahia  e do Jornal da Bahia.

Aqui, chegaria na mesma madrugada fria de 15 de março e me iniciaria pelo Jornal de Sergipe, de novo pela sucursal da Tribuna da Bahia, colaboraria com a sucursal de A Tarde em entrevistas semanais para A Tardinha, seria assessor de comunicação da Alese e do Governo Municipal de Boquim e carregaria pedras no Cinform. 

Faria o mesmo curso e seria gratíssimo a tanta gente que nem caberiam todos aqui neste espaço.

Faria os filhos  que fiz e publicaria os mesmos quatro livros, de preferência ganhando dois Prêmios Santo Souza de Poesia. 

Ah, e tomaria os mesmos birinaites. Sim, eu seria, como diria meu ídolo Luiz Gonzaga, o mesmo manéluiz. Ou o mesmo manéjoza.

Nestes 31 anos, busco algo do  que me arrependa no que fui por aqui, mas, por mais que eu escarafunche, não encontro.

Este Portal JLPolítica é uma galeria de alegrias. De fartas alegrias. Cada dia, uma e mais outra nova se impõem - pelo que agradeço a tantos apoiadores, colaboradores e aos milhares de leitores diários. O jornalismo reafirma minha alegria ontológica.

Aracaju e Sergipe me foram, sim, iluministas. E, dois dias depois da minha chegada aqui, ainda me deram todos os anos um feriado perene e uma festa: a do 17 de março.

Mas aí já é outra história. Foi um acerto entre eu e um certo cearense chamado Inácio Barbosa. E é de bem antes da minha chegada em 15 de março de 1990, talvez coisa de quando José Machado Lima e Judite Oliveira Lima me conceberam lá em Várzea do Poço naquele 1960.

Por tudo, obrigado, Sergipe. Obrigado, Aracaju fofinha pela acolhida diária. 

Que o 15 e o 17 de março sejam eternamente boas datas para mim e para você. Com carinho e uma patinha de caranguejo à milanesa.

[*] É jornalista profissional,  mantenedor do Portal JLPolítica e poeta, autor de cinco livros, entre ele Viagem na Argila e Ainda os Lobos.

Deixe seu Comentário

*Campos obrigatórios.

Henrique da Gabriela
Parabéns prezado amigo! Por coincidência 15/03 é a data do meu aniversário. Muita saúde,muita paz e luz e quê você continue sendo essa pessoa simples e PRESTATIVA. Um forte abraço!
Luiz Eduardo Oliva
Querido Joza Uma crônica depoimento ou seria uma crônica testemunho? O fato é que me deleitei com seu texto onde parte significativa dele me diz muito porque também não sou de Aracaju mas para cá vim com menos de um ano quando a cidade fazia seu primeiro centenário. Também fui da Sucursal da Tribuna da Bahia mas isso foi nos idos de 1971. E, vez por outra estou publicando nesse seu generoso espaço. Fato é que você não só compõe a cena da cidade como influencia. Como todo bom jornalista. Nasci sobre a égide de um deles. Parabéns, foi a minha melhor leitura deste 17 de março. Grande abraço.
Aglacy Mary
Esta aracajuana agradece porsua presença profissional, pela amizade e pela poesia.
Pádua Pombo
É sempre uma oportunidade singular e um aprendizado certo sobre a história de Aracaju e Sergipe apreciar o que o nobre jornalista escreve. Parabéns pelos dias 15 e 17, a vc e à nossa ARACAJU. Vc chegou 3 anos em minha frente! Outra semelhança, o amigo TB é de escorpião...seria TB do dia 15?🤔
Sandra
Parabéns a esse jornalista e poeta arretado que se chama Jozailto Lima, meu querido irmão! Você merece muitos reconhecimento porque você é o maior jornalista Sergipano e o mais ético que conheço.
Antonio Cardoso
Sergipe que o acolheu, também agradece pelo seu bom e ético trabalho. Parabéns em dobro. Forte abraço.
Professor Paulino
Joza para mim você é um grande jornalista, grande poeta e grande amigo. Um cidadão que honra o sertão bahiano onde nasceu e este chão sergipano que o recebeu.Quero muito bem a você.
Sandra
Parabéns a esse jornalista e poeta arretado que se chama Jozailto Lima, meu querido irmão! Você merece muitos reconhecimento porque você é o maior jornalista Sergipano e o mais ético que conheço.
Rômulo Rodrigues
Esqueceu de escrever que no percurso me conheceu e ganhou um admirador.
Ana Liborio
Parabéns Joza
Antonio Cardoso de Lisboa
Sergipe é que o agradece por ter no seu quadro de jornalistas, um profissional competente e ético. Parabéns. Um forte abraço.
José Mendonça mota
Parabéns Jozailton !
Guga Santos
Parabéns pelo conjunto da obra! Mas seus cabelos não são mais os mesmos. Rsrsrs Te adimiro muito, bom baiano de Aracaju. Foram seus editoriais no Cinform que fisgaram meu gosto vicioso pelo jornal impresso e o jornalismo em geral. Te devo essa.
Mesmer da Silva Ferreira
Parabéns pelo texto e pelo reconhecimento a Aracaju tão pequenina,tua beleza encanta a toda gente quem ao olhar-te fica enamorado e o coração, apaixonado sente, você sentiu, você adotou, você ficou.
Wellington Searah
E que continue por aqui por muitos e muitos anos.. Um abraço colega.
Luciano Aguiar/ Sorcise Radiologia
👏👏👏parabéns, você é cabeça 👍👍
Gilton Garcia
Amigo Jozailto, louvo suas referências a Aracaju que talvez seja, dentre todas as capitais, a que melhor acolhe os que chegam de outras bandas. Digo-lhe então que você hoje é mais sergipano do que muitos dos nascidos aqui. Parabéns pelo texto, repleto de verdadeira emoção e elegância.
Dora Mafra
QUE LINDO! ARACAJU É QUE AGRADECE A SUA ILUSTRE PRESENÇA.
Fátima Pereira Rodrigues
Parabéns pela bela história... Que Deus continue te abençoando e protegendo sempre!🙏
Roseneide Santana
Parabéns ao jornalista e um abraço bem apertado no poeta. Aliás devo acrescentar uma outra data de março, que me é cara e sempre será. Foi num dia de março, de 2012, que a literatura uniu esses dois cabras bons da foto: Jozailto e Marcelo Déda, ops: Olecram Adéd, por ocasião do lançamento de um dos mais belos livros de poesia já produzidos por estas terras brasileiras, nas 2 últimas décadas. Se duvidam, vão ler "minha mãe no crochê", "comigo no meu corpo", "recheios de brenhas e de calma", "fratura, "a poesia não precisa de alma", "sonhando rodin" e outros tantos. Retorno ao encontro dessas duas criaturas, poetas e amantes da poesia desde sempre. Jozailto, o seu belo livro lançado no Museu da Gente me proporcionou um último abraço no inesquecível MDC. Abraço apertado, apertadíssimo, desses de matar saudades adolescentes. Sou-lhe grata pelo belo livro e por você ser culpado dessa cena no Museu.
Josy
Saudades dessas nossa Aracaju.🇧🇷❤
JOÃO OLIVEIRA LIMA
Simplismente, parabens pela sua batalha, melhor, pela sua Vitória .
Muito bom caro jornalista e escritor Jozailto Lima, seu relato histórico de sua carreira profissional em Aracaju. Parabéns pelo sucesso alcançando até então. Muito ainda tem por fazer em prol do jornalismo sergipano.
Parabens amigo Jozailto
Alonso Campos Filho
Aracaju agradece . Parabéns pelo profissionalismo.