Aparte
Jozailto Lima

É jornalista há 39 anos, poeta e fundador do Portal JLPolítica. Colaboração / Tanuza Oliveira.

Valmir de Francisquinho se vê elegível, vai à convenção e avisa: “Se eu for candidato, ganharei no primeiro turno”
Compartilhar

Valmir: “As verdadeiras pesquisas mantêm Valmir em primeiro lugar”

O pré-candidato a governador de Sergipe pelo PL Valmir de Francisquinho disse nesta quarta-feira, 3, que vai normalmente à convenção da próxima sexta, dia 5, registrará sua chapa completa e ainda admite que vê chances de se eleger logo no dia 2 de outubro, a menos de 60 dias, o que seria a liquidação da fatura da eleição ainda no primeiro turno, apesar de o STF ter lhe negado nesta quarta uma liminar fatal que o deixa definitivamente fora do combate eleitoral deste ano.

“Não estou inelegível. Qual é a certidão negativa que existe aí dizendo que eu estou inelegível? Todas as certidões de que disponho dizem que estou elegível, incluindo as do Tribunal Regional Eleitoral de Sergipe”, disse Valmir à Coluna Aparte na tarde desta quarta. 

No dia 23 de junho deste ano, uma decisão do Tribunal Superior Federal reconfirmou a suspensão dos direitos eleitorais de Valmir por oito anos, já contados desde 2018. Foi por problemas eleitorais - suposto uso de poder econômico com a eleição do filho Talysson de Valmir a deputado estadual.

Mas Valmir não se dá por vencido com a aquela decisão de junho e mantém a cabeça erguida. “Os acórdãos daquela decisão não foram baixados ainda e eu nem sei quando serão. Hoje, não tem o trânsito em julgado. Se o relator não baixá-los, eu continuo elegível. Mas se baixar, fico inelegível e na hora em que eu recorrer, estarei elegível de novo”, filosofa o itabaianense.

“Cabe recursos, e se cabe recursos, se tem ainda os instrumentos legais jurídicos, que são do rito processual, posso me valer deles. Quantos deputados, quantos prefeitos, se elegem com liminar e até terminam mandatos com liminares? Veja o caso de Luciano Bispo: foi deputado inelegível e no apagar das luzes conseguiu se livrar dos processos”, insiste Valmir.

“Todas as certidões de que disponho dizem que estou elegível”, diz e mostra Valmir

“Meus advogados me orientaram que os nossos recursos seguissem em frente, por nos serem extremamente favoráveis, até porque os elementos alegados na hora da audiência e do julgamento do TSE não condizem uma verdade, como os do advogado de Fábio Mitidieri a dizer que as bandas musicais do 7 de setembro das escolas de Itabaiana eram todas azuis, como se tivessem associadas a campanhas do nosso lado, quando ali eram cores da Rede Estadual de Ensino, do Colégio Estadual Murilo Braga e de escolas de Aracaju, o que alguns ministros não entenderam”, diz Valmir.

Em sendo assim, Valmir de Francisquinho tem tocado em frente a sua pré-campanha e diz que vai levar até as últimas o seu projeto de se tornar governador dos sergipanos. “De modo que nós mantemos a nossa convenção nesta sexta com a vereadora Emília Correia como nossa pré-candidata a vice-governadora, o médico Eduardo Amorim como nosso pré-candidato a senador, e todos os candidatos proporcionais - chapas cheias com estaduais e federais”, diz ele.

“Ninguém solicitou ainda o registro de candidatura. Salvo engano, só Alessandro Vieira fez isso. E se eu solicitar amanhã, terei o registro, porque estou elegível. As certidões sobre a minha pessoa estão aí dizendo isso. A nossa cruzada pelo Estado aumentou a nossa receptividade perante os sergipanos. Recebi uma pesquisa esta semana e eu mantive o percentual que sempre tive, acima dos 35% e na frente de todos os demais pré-candidatos”, diz.

“Se eu for candidato, ganharei a eleição no primeiro turno. Isso é visível pelos municípios por onde passo. Há uma manifestação popular e uma vontade do povo. Sinto essa vontade de mudança externada na cara no povo e no dia a dia das ruas e dos bairros de Aracaju e nos demais municípios sergipanos. Isso é visível”, pondera.

Emília Correia: “Acho de uma importância muito grande a participação das mulheres numa chapa majoritária”

Por tudo isso, Valmir de Francisquinho recrimina a feitura de pesquisas pelas demais pré-candidaturas com a ausência do seu nome. “Não tem justificativa para que os meus adversários mandem fazer pesquisas e tirem meu nome das consultas. Até mesmo porque neste momento estou na condição de pré-candidato, assim como eles, e devo ser tratado também como um pré-candidato, porque não estou inelegível. As verdadeiras pesquisas mantêm Valmir em primeiro lugar e não tem cabimento de me excluírem de algumas delas, porque todos nós estamos na condição de pré-candidatos”, reclama.

Como pré-candidato a governador, Valmir de Francisquinho diz que tem visto Sergipe uniformemente, sem segregar nenhuma zona do Estado. “Não tenho priorizado uma região em detrimento de outra. Tenho buscado todas as regiões sergipanas por igualdade. Acho que o governador tem de fazer um governo para todos os sergipanos. Comigo, teremos um governo de todos os municípios e atenderemos a todos, porque esse foi o meu perfil como prefeito de Itabaiana. Os problemas estão nos municípios, então comigo o Estado vai dar a atenção à saúde, que precisa ser resgatada, e à geração de empregos e renda na retomada econômica de Sergipe inteiro, da capital ao interior”, avisa.

Para Valmir de Francisquinho, a indicação da vereadora Emília Correia como pré-candidatura a vice-governadora de sua chapa lhe coloca em vantagem perante as demais pré-candidaturas e faz justiça às questões de gênero.

“Fábio, Rogério e Alessandro fecharam três chapas com visão masculina. Eu não, porque acho de uma importância muito grande ter a participação das mulheres numa chapa majoritária para ter a sensibilidade da parte feminina”, diz ele.

 

Ω Quer receber gratuitamente as principais notícias do JLPolítica no seu WhatsApp? Clique aqui.

Deixe seu Comentário

*Campos obrigatórios.

Elito Hora Fontes Menezes
Esse Walmir é persistente. Que assim seja pois se der certo o ele pretende, a esperança de quebrar a corda do ancoradouro dos navios piratas que habitam eternamente num mar de vida fácil, tenderá para novos comportamentos políticos. Não que esperemos dele um imediato NOVO ESTADO, porém, nos dará a certeza de se quisermos mudanças com a perspectivas de novas escolhas, isso sim, provarmos que o povo ainda pode decidir o que é melhor e não carregará mais o voto induzido no bolso. Que assim seja.
Maria Sandra dos Santos Silveira
Todos os sergipanos e principalmente os Itabaianeses e Aquidabãeses estão com Valmir de Francisquinho apoiamos ele. E assim como o nosso presidente foi perseguido e nosso Deus se levantou do trono pra lutar por ele porque Deus sabia que ele seria pelo povo dele Assim também está sendo com nosso futuro governador de Sergipe e por fim Deus colocará ele na cadeira de Rei. Eu creio. _Valmir eu e minha família vota em você. E a minha cidade que é Aquidabã vota em você. Confie em Deus 🙏🙏🙏 22. 🦆🦆. ✌️✌️✌️