Aparte
Belivaldo é o entrevistado e diz estar pronto para uma candidatura ao Governo

Belivaldo: “sinto-me preparado, sem problema nenhum, para aceitar esse desafio se esse for o desejo do grupo”

A sucessão estadual de 2018 começa a se afunilar e na turma governista crescem as chances de que o vice-governador Belivaldo Chagas, PMDB, seja o candidato ao Governo.

E é exatamente deste tema que trata a Entrevista Domingueira do JLPolítica desta semana e com o próprio Belivaldo. Num bate-papo longo e sem impostação, o leitor vai encontrar um político sereno e muito seguro de si para encarar uma aprovável candidatura de governador.

“Sem nenhum problema. Acho que tenho, no campo político, uma relação muito boa com todos os que compõem nosso agrupamento político - e aqui não quero dizer que ache que tenho unanimidade, mas creio que a maioria. Só que isso não é um processo decidido por mim. Não posso ser candidato por mim mesmo”, diz.

“É uma disputa entre o meu nome e outros. Mas só saberemos a partir do momento que disserem que o nome é o meu, que minha candidatura é viável, até dentro da possibilidade de Jackson se afastar para ser candidato ao Senado, que é quando a gente fica mais na prateleira. Até lá, sinto-me preparado, sem problema nenhum, para aceitar esse desafio se esse for o desejo do grupo”, completa.

Belivaldo vai falar muito do modelo de desenvolvimento de Sergipe que ele pensa, das capacidades pessoais para gerir, da falta de receio de que JB faça uma campanha pensando só nele para o Senado e da relação de amor de 30 anos que teve com Valadares até virar ódio. Leia a partir das 20h este sábado aqui no JLPolítica.