Aparte
Opinião - Desde o início desta campanha estava evidente a derrota do candidato do PT

[*] João Augusto Gama

Em uma campanha pálida, sem sentido, fora do tempo e com um candidato sem nenhum brilho, o PT de Sergipe procura se autoiludir, buscando explicações para a maior derrota eleitoral da sua história.

A história de vitórias do PT em Aracaju, iniciada em 2000, terminará de forma melancólica com a retumbante derrota deste 2020.

Aracaju sempre independente. Tradicionalmente, os governos estaduais sempre perderam as eleições aqui. Leandro Maciel, Luiz Garcia, Antônio Carlos Valadares, João Alves e o próprio Déda. Todos trombaram.

Desde o início desta campanha de 2020 estava evidente a derrota do candidato petista. A questão era o tamanho dessa derrota, hoje claramente visualizada como imensa – é só uma questão de contabilizar os votos dentro de mais algumas horas.

O Governo do Estado de Sergipe tem se comportado de forma decente, exemplar e ética no decorrer de todo esse processo eleitoral.

O claro envolvimento de comissionados petista na eleição, obviamente em favor de Marcio Macêdo, é somente uma parte do comportamento democrático do governador Belivado Chagas nesta hora. O resto, é mimimi.

[*] É ex-presidente do DCE da UFS, ex-presidente da CDL de Aracaju, ex-prefeito de Aracaju e empresário.

 

 

Ω Quer receber gratuitamente as principais notícias do JLPolítica no seu WhatsApp? Clique aqui.