Aparte
Jozailto Lima

É jornalista há 37 anos, tem formação pela Unit e é fundador do Portal JLPolítica. É poeta.

Belivaldo Chagas pede prudência aos sergipanos pra Sergipe manter níveis bons na Covid-19
Compartilhar

Belivaldo Chagas: apelo a que todos colaborem

O governador Belivaldo Chagas, PSD, admitiu à Coluna Aparte que se dá por “contente” com os bons níveis de involução do coronavírus e da doença Covid-19 no Estado de Sergipe, com a baixa linha de transmissão entre pessoas, mas alertou para os perigos de descuidos coletivos e pediu aos sergipanos prudência frente aos aspectos da pandemia. “O vírus ainda está presente aqui”, pondera.

“Os números nos são extremamente favoráveis. Não há alteração de percurso. É fato que Sergipe hoje é o primeiro do país em diminuição de contágio, com o nosso índice de transmissão do vírus sendo o menor do Brasil”, diz ele.

Segundo Belivaldo Chagas, o índice de transmissão do vírus - o chamado RT - em Sergipe já havia chegado a 4.5 e hoje desceu a um patamar de 0.78.

“O que isso significa, para se entender? Significa que, com 4.5, cada pessoa que estava contaminada poderia contaminar outras 4.5. Hoje cada um contaminado só contagia 0,78. Ou seja, não chega a contaminar a uma pessoa. Sim, o menor índice do país”, insiste o governador.

“No entanto, reforço aqui: os dados nos continuam favoráveis, mas não significa dizer que a gente tem que se abrir agora, se descuidar, não usar máscara ou não seguir os protocolos. As pessoas estão até certo ponto tomando cuidado e, como sempre, não deixando de se cuidar”, diz ele.

O governador ressalta que depende muito de cada uma pessoa para se evitar uma perspectiva de piora do coronavírus e isso implica que cada cidadão tem de participar e colaborar mais na linha da prevenção.

“Claro: é isso que estou dizendo. Cada um tem que ter consciência de que o vírus ainda não foi embora. O vírus ainda está presente aqui e a gente só pode passar uma certa tranquilidade quando a população começar a ser vacinada, do que não se tem ainda previsão segura”, adverte o governador sergipano.

“O que é realmente precisamos todos nós é de que haja essa compreensão: nós iniciamos uma nova campanha pedindo à população que use a máscara, porque está mais do que comprovado que o uso dela é extremamente eficiente. É através do uso da máscara que você evita o contágio de si mesmo e evita contagiar outras pessoas. Peço que se mantenha o isolamento e o distanciamento entre as pessoas. Que tenhamos, portanto, os mesmos cuidados que tínhamos desde o início, apesar da volta aí a esse novo normal”, diz Belivaldo.

É agressivo ou antipático a um governador de Estado pedir que as pessoas usem a praia com moderação aos domingos, pergunta-lhe a Coluna? “Não é, e é isso mesmo: cuidado. Que as pessoas usem tudo com moderação. Não só a praia, mas tudo. É preciso que tenhamos essa moderação com o coronavírus em tudo, absolutamente tudo”, diz Belivaldo.

“Isso desde o momento em que você vai ao supermercado, fazendo as suas compras no menor espaço de tempo possível. Se vai a uma outra área de comércio, a mesma coisa. Na praia e num restaurante não há a necessidade de se passar duas ou três horas. Num restaurante, mesmo que você faça uso da máscara, quando vai se alimentar você tem que tirá-la. E está comprovado que o vírus fica flutuando por um certo tempo e se alguém estiver contaminado e der um espirro dentro dum restaurante o vírus vai estar lá circulando”, pontua.

 

 

Ω Quer receber gratuitamente as principais notícias do JLPolítica no seu WhatsApp? Clique aqui.