Aparte
Alessandro Vieira: “É preciso levar a experiência dos prefeitos para dentro da gestão estadual”

Alessandro Vieira: “Não há porque o governador se colocar como antagonista, um adversário” dos prefeitos

O senador Alessandro Vieira, PSDB, pré-candidato a governador de Sergipe, participou do Diálogo Municipalista, realizado pela Federação dos Municípios do Estado de Sergipe - Fames - nesta quinta-feira, 9. O evento reuniu pré-candidatos ao Governo e representantes das gestões municipais para discutir as principais demandas dos sergipanos.

Durante sua apresentação, o senador Alessandro Vieira ressaltou que nos últimos três anos e meio como senador teve a possibilidade de atuar diretamente nos 75 municípios sergipanos. “Fiz isso de uma forma diferente daquilo que tradicionalmente se faz”, disse ele.

“Procurei o contato direto com a população e abri o Edital de Emendas Participativas, mecanismo onde prefeituras e instituições puderam inscrever projetos, mobilizar a população para votar nesses projetos e garantir os recursos para o município. Dessa forma direta e participativa, destinei recursos para os 75 municípios sergipanos”, relatou Alessandro Vieira, evidenciando que a votação do 4º Edital de Emendas está aberto desde o dia 6 e já foram computados 20 mil votos. A votação segue até o dia 17 de junho, pelo site www.emendasparticipativas.com.br .

Para Alessandro Vieira, é clara a compreensão de que os prefeitos têm uma responsabilidade imensa e que hoje não possuem recursos suficientes para atender essas responsabilidades.

“Minha forma de atuar com relação a isso é muito direta: é preciso entender qual é o problema, diagnosticar as demandas, elaborar uma saída e executar essa solução. E as soluções no Estado de Sergipe são relativamente simples. Nós precisamos aumentar a disponibilidade de recursos para as prefeituras”, defendeu.

“A primeira etapa é a recriação de uma secretaria de articulação com os municípios. Um órgão institucional do Estado que cuide, que receba e dê atenção para as demandas municipais, que faça essa construção em conjunto com um planejamento. Se eu fomento essa relação de uma forma séria e transparente, buscando a experiência dos prefeitos para dentro da gestão estadual, é possível melhorar muito os resultados, e isso se dá com humildade e compartilhamento de poder”, pontuou.

Além disso, Alessandro defende a criação de uma agência de projetos que irá auxiliar as gestões municipais na elaboração de projetos para buscar captação qualificada de recursos. “Vários aqui têm uma experiência longa e sabem que existem recursos disponíveis em ministérios, organismos nacionais e internacionais, mas que muitas vezes não chegam aos municípios por uma falta de estrutura de captação, e o Estado precisa prestar esse tipo de apoio às gestões municipais, desafogando os municípios e viabilizando os caminhos", afirmou Alessandro.

O senador Alessandro Vieira também propõe a retomada da política de repasses diretos do Estado para municípios. “Não há porque o governador do Estado ser um competidor do prefeito em busca de recursos. Não há porque o governador do Estado se colocar como antagonista, um adversário, definir projetos, definir destinação de recursos, obras, sem passar pelo diálogo com o prefeito, independentemente de partido. E eu acredito que nesses três anos e meio a gente demonstrou isso na prática. É possível fazer”, garantiu.

Para o pré-candidato ao governo, as potencialidades do interior de Sergipe, bem exploradas, geram emprego, renda e reduzem a pressão agravada pela retomada da inflação. “Nosso compromisso com Sergipe é de resolver problemas, é de chegar às soluções”, disse ele.

“Isso vai se dar em um diálogo sem preocupações partidárias, sem preocupações eleitoreiras, mas preocupação sim com os destinos e as necessidades dos sergipanos. Esse avanço se dá pela chave do respeito, pelo diálogo direto, pela possibilidade de você sentar para discutir focado no interesse dos sergipanos e das sergipanas”, ponderou Alessandro Vieira.

 

Ω Quer receber gratuitamente as principais notícias do JLPolítica no seu WhatsApp? Clique aqui.