Aparte
Diógenes Brayner faz 73 anos e abre o baú da memória na Entrevista Domingueira

Diógenes Brayner – ao lado de sua Renata: dá uma boiada por uma boa notícia política

Figura central do jornalismo político no Estado de Sergipe, o jornalista Diógenes Brayner faz 73 anos nesta sexta-feira, 17 de janeiro, e abre a caixa preta - ou branca? - da sua história, do seu apego à atividade que exerce, da origem pessoal e profissional e de como atracou em terras sergipanas no longínquo 1982.

Diógenes Brayner, um pernambucano de Petrolândia, dirá tudo como convidado do Portal JLPolítica na Entrevista Domingueira. Apesar dos anos vividos - ou talvez em consequência deles -, o velho Brayner exibe um vigoroso espírito de contemporaneidade na busca pelas informações políticas e dirá que o que lhe compraz no tabuleiro da notícia nessa esfera.

O Portal JLPolítica não faz, e nem fez, nenhum esforço desproporcional para reconhecer nele um disparado decano do jornalismo político do Estado de Sergipe. “Escrever política, para mim, é se prostrar diante de um imenso tabuleiro de xadrez, e mexer nas informações escondidas nas profundezas dos bastidores para cometer o xeque-mate ao publicá-las”, diz.

Tido como meio turrão, mas capaz de emendar situações de desavenças, Brayner vai dizer, também, do seu perfil no relacionamento com os colegas e sobretudo com as fontes.

Dos primeiros, apontará o seguinte. “Sinto que alguns colegas não gostam de mim. Nada de ódio, mas opção. Alguns me acham vaidoso, metido, arrogante e tudo o mais que se possa rotular uma pessoa - e às vezes até analfabeto. Mas nada disso me incomoda...”, revela.

E das segundas: “Não tenho mágoas e nem rancores, porque nenhum repórter pode ter rixas com alguém da sociedade. Vai que de repente o inimigo tem uma notícia interessante? Entretanto, sempre respondi à altura os ataques que já sofri. Com respeito e moderação. Jamais fui fundo nos entreveros, porque penso sempre no amanhã”, diz ele.

A Entrevista Domingueira com Diógenes Brayner vai estar disponível no Portal JLPolítica às 7h da manhã deste domingo, 19. Boa leitura.