Aparte
Jozailto Lima

É jornalista há 38 anos, poeta e fundador do Portal JLPolítica. Colaboração Tanuza Oliveira.

Em ato histórico, oposição reúne advogados de todas as gerações para registrar chapa pela mudança da OAB-SE
Compartilhar

Advocacia sergipana marca presença no registro da Chapa 2

Fruto da união dos principais líderes e grupos oposicionistas, o Movimento “Eu quero uma nova Ordem” reuniu profissionais de todas as gerações em um ato histórico pela mudança da Ordem dos Advogados do Brasil em Sergipe. - OAB-SE. Ciente de que a renovação é o único caminho para retirar a instituição da inércia e recuperar o protagonismo da OAB-SE, nessa segunda-feira, 18, a advocacia marcou presença no registro da Chapa 2, composta por Danniel Costa (presidente) e Letícia Mothé (vice-presidente).

De acordo com o candidato à presidência da OAB-SE, Danniel Costa, o processo eleitoral abre espaço para que seja implementado o desejo de renovação da advocacia, garantindo a alternância de poder, instrumento necessário ao fortalecimento da democracia e à defesa da sociedade, com novas ideias, laços e lideranças. Para ele, é hora de virar a página e escrever um novo capítulo na história da seccional.

"Reunimos profissionais que clamam por mudança, que desejam recuperar o orgulho e a dignidade da advocacia sergipana. Tenho certeza que esse momento será lembrado na história da OAB Sergipe como o dia em que advogados e advogadas de todas as gerações entraram na Ordem e mostraram a força e o poder da mudança. Nós, juntos, vamos construir uma nova Ordem", afirmou.

Segundo Danniel Costa, nos últimos anos a OAB Sergipe adotou uma postura que afastou a classe e esse é o momento de reaproximar a advocacia da sua casa. "A OAB deve garantir acolhimento e tratamento digno, além de promover novas oportunidades para todo advogado e advogada, jovem e sênior. A Ordem precisa atuar com altivez na defesa das nossas prerrogativas e dos direitos da sociedade. Infelizmente, essa não é a OAB que vemos atualmente, mas essa é a Ordem que queremos e por ela iremos lutar".

Com um projeto coletivo, a Chapa 2 promoveu encontros na capital e no interior do estado para elaborar, lado a lado com a advocacia, um plano de propostas que atendam aos interesses da classe e contemplem o novo cenário da profissão. "Conclamamos os advogados e advogadas que não se  identificam com a atual gestão da OAB-SE e acreditam que podemos fazer mais por nossa instituição a aderirem ao nosso projeto por uma entidade mais representativa e presente na vida da advocacia. É pela esperança de uma Ordem mais atuante em defesa de todos, sem distinções, que a nossa chapa irá trabalhar", assegurou Danniel Costa.

 

Ω Quer receber gratuitamente as principais notícias do JLPolítica no seu WhatsApp? Clique aqui.

Deixe seu Comentário

*Campos obrigatórios.