Aparte
Jovens assistidos pelo programa Aprendiz Integrado disputam a final do CADA

Pablo Gardel, Beatriz Andrade e Júlio César

É grande a expectativa para a final do Campeonato Desportivo de Aprendizagem - CADA -, cujo resultado será conhecido no próximo sábado, dia 4. Após sete dias de torneio, com jovens aprendizes das cinco regiões do país, Sergipe chegou à final com dois competidores.

Criado e organizado pelo programa profissionalizante Aprendiz Integrado, o CADA realiza torneios bimestrais, com oito equipes em cada rodada que passam por eliminatórias, semifinais e final. Ao todo são seis torneios por ano, com a participação de jovens entre 14 e 24 anos. A última etapa acontece no Clube Náutico, em Itaporanga.

Lançado em 12 de junho de 2021, Dia Mundial Contra o Trabalho Infantil, o CADA surgiu num momento muito delicado para o mundo e para os jovens.  

“A ideia era criar algo que integrasse esses jovens de novo, mesmo com todas as exigências sanitárias da pandemia. Era importante dar novas perspectivas e, principalmente, chamar a atenção para a problemática da exploração do trabalho infantil. Nada melhor que o esporte para motivar e integrar a juventude”, diz a coordenadora nacional do programa Aprendiz Integrado e doutora em Educação, Mafra Meris.

O programa Aprendiz Integrado, sediado em Aracaju, auxilia na formação profissional de jovens em situação de vulnerabilidade e ajuda na sua inserção no mercado de trabalho. Em sua segunda edição, o Campeonato Desportivo de Aprendizagem já é a grande sensação daqueles assistidos pelo Aprendiz Integrado.

“Os jogos desenvolvem a tenacidade, o espírito de equipe, a liderança, ao mesmo tempo testam os conhecimento gerais e a inteligência emocional dos competidores”, explica Tiago Bispo, de 23 anos, membro da organização do torneio.

Estão na final os aprendizes Júlio César Bispo, de 19 anos, e Pablo Gardel, 19 anos, ambos de Aracaju. Eles venceram a equipe brasiliense na semifinal, transmitida no dia 28 de maio. Júlio César é assistido pelo programa Aprendiz Integrado há quatro meses. 

Já Pablo é aprendiz desde os 14 anos e está no seu quarto contrato com empresas parceiras: “Foi a melhor coisa que me aconteceu. Além do aprendizado, eu tenho meu salário, carteira assinada, férias, tudo de bom”, relata o finalista.

Os aprendizes vão se reunir, no próximo sábado, a partir das 14 horas, na Praça de Alimentação do Shopping Riomar, para assistir à transmissão. O que não vai faltar é torcida para o torneio final. 

 

Ω Quer receber gratuitamente as principais notícias do JLPolítica no seu WhatsApp? Clique aqui.