Aparte
Opinião - Visão de ótica - ou, que não saiam por aí disseminando ódio em forma de fake news

[*] Leo Rocha

Nos dias atuais, nos quais impera a mídia social, temos visto muitas pessoas sendo manipuladas por diversos tipos de informações - algumas tendenciosas e outras manipuladoras por si mesmas para o próprio benefício do emissor.

Esta semana, recebi de vários pessoas um vídeo sobre uma acusação a dois vigilantes que supostamente agrediam um morador de rua na calçada do maior templo religioso da Igreja Universal do Reino de Deus – IURD - em Aracaju, a Catedral do DIA.

A partir do que viu, até um vereador da capital, sem o menor zelo, faz em suas redes sociais acusações sem responsabilidade. Sem perceber, incitou ódio na população contra os dois seguranças em questão.

Mas deste mesmo assunto, um outro vídeo começou a circular. No primeiro, é o que um indivíduo, tratado como pedinte, comete atos de vandalismo contra um patrimônio - o templo religioso da IURD.

Já no segundo vídeo, fica esclarecido - por outros ângulos das imagens - que o indivíduo pichador do muro da IURD é estimulado pelos dois vigilantes apenas a limpar a sujeira que fizera. Sem a menor agressão física.  

Mas a versão que viralizou é a de que os vigilantes incorreram em maus-tratos. Não houve isso, conforme atesta o segundo vídeo do mesmo fato. A pergunta sensata a ser feita é a seguinte: será que as pessoas irão compartilhar a verdade com a mesma proporção e intensidade com que compartilharam a mentira, a tal da fake news?

Será que a mentira irá fazer com que as pessoas não vejam com preconceito uma igreja - poderia ser uma outra instituição qualquer ou até mesmo uma pessoa - que ajuda a tantos moradores de rua, presidiários, viciados, entre outros?

Temos que levar em conta aqui um fato grave: é que as publicações e comentários raivosos colocaram em risco a vida desses seguranças e de seus familiares. Se fosse você, ou um seu familiar, o acusado, como você estaria? Como você reagiria?

Sugiro a você que espalhou o fake news que procure no dicionário o significado da palavra empatia. Se nunca ouviu falar dela, é o mesmo que você se colocar na condição da outra pessoa. Vestir a camisa dela.

De tudo isso, fica a lição de Platão: “Não há nada bom nem mau a não ser estas duas coisas: a sabedoria, que é um bem, e a ignorância, que é um mal”.

Que cada um de nós, fugindo da ignorância, tenha o cuidado de não sair por aí disseminando ódio em forma de fake news.

[*] É pastor, juiz de paz e formado em Psicoteologia.