Aparte
Kitty Lima e coordenadores da SSP debatem práticas de crimes contra animais em Sergipe

Kitty Lima: pela segunda vez, deputada levanta o tema

A deputada estadual Kitty Lima, Cidadania, voltou a cobrar das autoridades ligadas à Segurança Pública maior efetividade no combate aos maus-tratos contra animais em Sergipe. Na última sexta-feira, 21, a parlamentar e ativista da causa animal esteve reunida com a coordenadora da Polícia Civil da Capital, Rosana Freitas, e com o coordenador da Polícia Civil do Interior, Jonathas Evangelista.

Kitty pontuou o aumento no número de casos de maus-tratos animais desde o início da pandemia do novo coronavírus e fez menção aos registros ocorridos em Aquidabã, Nossa Senhora da Glória, Itabaiana, Porto da Folha e Aracaju - Parque dos Cajueiros.

“Tivemos um verdadeiro massacre de gatos no Parque dos Cajueiros, onde contabilizamos cerca de 15 animais mortos da noite para o dia e até hoje não tivemos o resultado dessa investigação. Por esse e por outros casos, cobramos que os crimes contra os animais tenham uma atenção mais rigorosa da Segurança Pública de Sergipe”, argumentou.

Na oportunidade, a ativista levantou a possibilidade de realização de um curso de formação e sensibilização para os policiais civis de Sergipe. Dado o momento de pandemia, Kitty sugeriu que os módulos do curso sejam aplicados de forma virtual.

“Seria uma primeira etapa de um longo processo que já traria um benefício gigantesco e imediato para a solução de casos envolvendo animais”, pontuou a parlamentar.

Esta foi a segunda vez, somente neste ano de 2020, que a deputada Kitty Lima compareceu à Secretaria de Estado da Segurança Pública para debater soluções no aprimoramento às investigações relacionadas a crimes contra animais.

Em fevereiro, a deputada reuniu um grupo formado por ativistas das ONG’s Manjedoura, Anjos e Adasfa, além da Comissão de Direitos dos Animais da Ordem dos Advogados do Brasil seccional Sergipe - OAB-SE.

Naquela ocasião, a principal pauta envolveu a necessidade de fortalecimento da Delegacia de Proteção ao Consumidor e ao Meio Ambiente - Deprocoma. “É importante que a SSP e toda a rede de segurança pública tenham a devida atenção com essas demandas e com aqueles que lutam pelo bem-estar dos animais”, disse ele à ocasião.

“Essa é uma bandeira que tem cada vez mais ganhado notoriedade na sociedade, a partir da sensibilização das pessoas, e o Estado precisa acompanhar tal clamor social dando a ele a importância necessária”, reforçou a deputada na época.


Ω Quer receber gratuitamente as principais notícias do JLPolítica no seu WhatsApp? Clique aqui.