Aparte
Energisa Sergipe identifica 2.717 irregularidades por furto e fraude de energia

Operação foi realizada nos meses de agosto e setembro na Grande Aracaju, Alto Sertão e Centro Sul

Mais de 8 milhões de kwh de energia elétrica foram recuperados durante operação realizada na Grande Aracaju, Alto Sertão e Centro Sul nos meses de agosto e setembro deste ano. Esta quantidade de energia seria suficiente para abastecer 5.400 residências, mas foi extraviada por meio de ligações clandestinas e intervenções ilegais no sistema de distribuição de energia elétrica.

Furtar e fraudar energia é crime, previsto no Código Penal Brasileiro. O responsável pelo ato pode ser condenado a até quatro anos de prisão, além de ter que pagar retroativamente os valores referentes à energia desviada, acrescidos de multa e podendo ter o serviço suspenso.

Para identificar as irregularidades nos 63 municípios de sua área de concessão, a Energisa Sergipe vem melhorando o processo de identificação por meio do Centro de Inteligência de Combate às Perdas a fim de maximizar as ações em campo realizadas pelo Departamento de Combate às Perdas. Como resultado dessa atuação conjunta, entre os meses de janeiro e setembro foram encontradas 8.589 irregularidades, que somaram 32.307.000 kWh de energia elétrica recuperados. A quantidade de energia recuperada seria suficiente para abastecer em torno de 20 mil residências durante um ano.

O coordenador de Medição e Combate a Perdas da Energisa Sergipe, Evandro Pereira Macedo, alerta que quem realiza tais procedimentos coloca em risco a própria vida e a de terceiros, podendo sofrer um choque elétrico e ainda causar a interrupção no fornecimento de energia para outros clientes.

“A rede elétrica é planejada para atender os clientes regulares e cadastrados nos sistemas da companhia. Os furtos e fraudes na rede impactam na qualidade do fornecimento de energia elétrica, na arrecadação de impostos e na receita da empresa, o que compromete os investimentos em melhorias e serviços. Consequentemente, onera todos os clientes que pagam a conta em dia”, afirma Evandro. 

Orientamos aos clientes que não façam irregularidades no sistema de medição, seja no medidor de energia, na caixa de medição ou no ramal de entrada, pois mais cedo ou mais tarde a Energisa direcionará as equipes de combate às perdas para tais unidades consumidoras, que porventura venham adulterar o sistema de medição para reduzir indevidamente o consumo de energia.

A denúncia da irregularidade pode ser feita por meio do canal de atendimento 0800 079 0196. A identidade de quem denuncia é mantida em total anonimato.

 

Ω Quer receber gratuitamente as principais notícias do JLPolítica no seu WhatsApp? Clique aqui.