Aparte
Cidadania e PSDB homologam em convenções o nome de Danielle Garcia como candidata a prefeita

Danielle e Valadares Filho: prontos para a partida

O último domingo, 6, foi marcado por duas convenções na esfera da candidatura da delegada Danielle Garcia a prefeita de Aracaju. Na primeira, o Cidadania confirmou a candidatura dela, com Valadares Filho, PSB, candidato a vice, na segunda o PSDB chancelou a aliança com ela.  Com o apoio do PL, ficou formada assim a coligação "Unidos por Aracaju". Foram apresentados também os nomes da chapa proporcional que disputarão as vagas no Legislativo Municipal por ambos os partidos.

“Respeitando as normas de distanciamento social, vamos intensificar nossas visitas às comunidades para ouvir as demandas locais e apresentar nosso projeto para Aracaju. Também usaremos bastante nossas redes sociais e os programas eleitorais no rádio e na TV para que a nossa mensagem chegue a todos", disse Danielle.

Ela reafirmou seu compromisso de promover uma gestão que proporcione um novo tempo para Aracaju. “Uma gestão que tem como prioridade os aracajuanos e a resolução dos problemas da cidade, em especial os que já duram anos e que as últimas gestões se esquivaram. Alguns, inclusive, viraram até caso de polícia. Mas nós vamos mudar essa realidade, pois não estamos aqui para administrar preocupados em agradar aliados. Montamos um plano de governo com propostas que irão proporcionar uma Aracaju melhor em todas as áreas", disse a candidata.

Na convenção do PSDB de Aracaju foi homologada a chapa dos pré-candidatos a vereador na capital. Os nomes foram apresentados pelo presidente estadual, o médico Eduardo Amorim, e pelo municipal, Acácio Cardoso.

O presidente do Diretório Municipal ressaltou os nomes que compõem a chapa de vereadores. “Pessoas que, em sua maioria, estarão disputando pela primeira vez uma eleição, mas que têm o compromisso e o desejo de trabalhar por uma Aracaju melhor. Elas conhecem a nossa cidade e vivem diariamente os seus problemas. Tenho plena convicção que o PSDB está bem representado neste pleito”, afirmou Acácio Cardoso.

Para Eduardo Amorim, o partido mantém o compromisso com a democracia, oportunizando o ingresso na política de nomes que representam os mais variados segmentos. “Prezamos pela qualidade no momento da escolha dos nossos candidatos para a formação da chapa proporcional. Embora para muitos seja a primeira experiência na disputa política, são pessoas capazes de defender os interesses dos aracajuanos na Câmara de Vereadores. Tenho certeza que irão somar a esta luta que é de todos nós por uma cidade melhor e mais justa”, ressaltou.

Eduardo Amorim justificou o apoio à candidatura de Danielle Garcia. “Decidimos apoiar o projeto de Danielle Garcia porque acreditamos e vamos participar do projeto de corpo e alma, com ideias e propostas. Participamos, inclusive, da elaboração do Plano de Governo. Temos certeza que Danielle reúne todas as qualidades e tem capacidade de fazer uma gestão que proporcione uma Aracaju melhor, com respeito e zelo pelo que é público”, salientou.

Delegada da Polícia Civil desde 2001, Danielle Garcia cursou Direito na Universidade Federal de Sergipe, fez especialização em Gestão Estratégica em Segurança Pública e mestrado em Direito Público, na UFS, foi diretora do Departamento de Combate a Crimes contra a Ordem Tributária e à Administração Pública - Deotap/SE, coordenou em Sergipe o Laboratório de Tecnologia no Combate à Lavagem de Dinheiro, fez parte da equipe de Departamento de Recuperação de Ativos e Cooperação Jurídica Internacional do Ministério da Justiça e foi instrutora em cursos promovidos pela Secretaria Nacional de Segurança Pública – Senasp -, vinculada ao Ministério da Justiça.

Após muitos convites para ingressar na política, decidiu aceitar a nova missão e filiou-se ao Cidadania. Danielle Garcia entendeu que havia um limite para suas ações na polícia. “O limite imposto por aqueles que precisam ser combatidos. Por isso, me afastei da polícia e entrei para a política. Quero mostrar à população de Sergipe, a começar pelos aracajuanos, que é possível fazer política servindo à sociedade, agindo com coragem, ética e transparência, sem jamais desviar o olhar e o cuidado da população”, disse a candidata a prefeita.

 

Ω Quer receber gratuitamente as principais notícias do JLPolítica no seu WhatsApp? Clique aqui.