Aparte
Jozailto Lima

É jornalista há 38 anos, poeta e fundador do Portal JLPolítica. Colaboração Tanuza Oliveira.

Prefeito Weldo Mariano diz que gestão vai colocando nos eixos as carências de Canindé
Compartilhar

Weldo Mariano: “Estamos com o salário em dia para que a comida não falte na mesa do trabalhador”

Antes de chegar ao comando da Prefeitura Municipal de Canindé de São Francisco, o prefeito Weldo Mariano de Souza, PT, conheceu bem as lutas de base da política da cidade.

Mesmo porque Weldo Mariano não caiu de paraquedas no Gabinete da Prefeitura da Canindé. Antes, ele teve dois mandatos de vereador e foi até presidente da Câmara por uma gestão.

Mais do que isso: Weldo, que fez 43 anos neste 15 de junho, vem de uma linhagem política - pelo menos no âmbito do Legislativo.

“Meu avô e meu pai também foram vereadores. Sei como cada vereador atua. Nossa relação, tanto com a Câmara quanto com cada um parlamentar, é ótima”, diz ele.

Com esse jogo de cintura e se dizendo apeado do palanque desde o dia 15 de novembro do ano passado, Weldo diz que a sua gestão está fazendo de um tudo para colocar o município de Canindé nos trilhos. Fazê-lo reencontrar-se em avanços, obras e emprego para os nascidos no lugar.

“No campo administrativo, encontramos um município com carência de atenção em diversas áreas, sendo que em algumas situações foi preciso redobrar esse olhar. É o exemplo do pagamento de salários e direitos dos funcionários que estavam em atraso”, diz Weldo.

Num breve bate-papo com a Coluna Aparte aqui do Portal JLPolítica nesta terça, Weldo Mariano fala de administração, dos horizontes futuros de Canindé e de política, na qual parece ter uma certo jogo de transigência para se relacionar com seus pares.

JLPolítica - Prefeito, como o senhor encontrou o município de Canindé, administrativa e financeiramente falando, em janeiro de 2021?
Weldo Mariano -
No campo administrativo, encontramos um município com carência de atenção em diversas áreas, sendo que em algumas situações foi preciso redobrar esse olhar. É o exemplo do pagamento de salários e direitos dos funcionários que estavam em atraso, e com esforço estamos conseguindo regularizar. Outra situação que merece destaque é a de conter a circulação do coronavírus no município, e isso estamos conseguindo graças às medidas tomadas, o empenho das equipes e profissionais que lidam diretamente com a situação e todos os demais envolvidos. Estou frisando apenas dois exemplos que encontramos.

JLPolítica - A gestão está em dia?
Weldo Mariano -
Estamos com o salário em dia para que a comida não falte na mesa do trabalhador e da sua família. A saúde, a educação e o aquecimento da economia são prioridades que estão no topo da minha agenda enquanto prefeito. Essas são prioridades administrativas e de humanidade, porque dizem respeito à vida do ser humano, do meu povo.

JLPolítica - Havia dívidas?
Weldo Mariano -
Financeiramente, encontramos um volume de precatórios que foram deixados por várias administrações e precisam ser pagos. Essa situação, em especial, dificulta a administração na realização de diversas ações para colocar Canindé no rumo do desenvolvimento que há 34 anos o povo tem sonhado. Herdamos dívidas, mas com fé em Deus, capacidade e planejamento, vamos resolvendo aos poucos.

JLPolítica - Essa situação impossibilitou que o senhor executasse, de imediato, seu plano de governo anunciado?
Weldo Mariano -
Nosso plano de governo já está sendo executado em parte, com prudência e aos poucos. Em cada área da administração, há alguma ação prevista em nosso plano de governo. Eu acredito que qualquer projeto de mandato para ser executado necessita de condições financeiras e de material humano. Temos o material humano, e as condições financeiras estamos buscando por meio de emendas parlamentares e com recursos próprios a partir das medidas de economia e corte de despesas.

Weldo Mariano: “O que posso afirmar é que o nosso mandato preza pela boa relação com todos”

JLPolítica - Como está sendo o enfrentamento à pandemia na cidade? Sua gestão tem recebido recursos?
Weldo Mariano -
Vai bem. Continuamos fazendo a higienização de diversos ambientes onde haja intensa circulação de pessoas; barreiras sanitárias educativas onde orientamos e fiscalizamos. Adoção de toque de recolher e medidas restritivas. Estamos testando os sintomáticos e assintomáticos e ampliando o quadro de servidores para a linha de frente no combate à Covid-19. Temos outras ações. Estamos elaborando planejamento para retorno seguro às aulas; atividades preventivas na feira e outros mecanismos que fortalecem o combate ao Covid-19.

JLPolítica - Quais são as principais dificuldades que Canindé enfrenta hoje?
Weldo Mariano -
Uma delas é a da criação e geração de emprego e renda para população. Essa política faltou no município e hoje continuamos com essa dificuldade. A Prefeitura não tem condições de abrigar toda a população com empregos. A nossa juventude não tem perspectivas há anos e muitos deixam Canindé para trabalhar em outros lugares. É triste vê-los indo embora, deixando seus pais, irmãos e amigos, mas infelizmente essa é a realidade. Atrair empresas é a solução e estamos estudando como fazer nesse momento difícil de pandemia. As demais dificuldades que temos são naturais em qualquer administração, o que temos que fazer é buscar as condições e estamos fazendo.

JLPolítica - Diante delas, quais são as prioridades de atuação da administração municipal?
Weldo Mariano -
Como falei antes, atrair empresas para Canindé onde a população não precise ir embora e fique aqui mesmo. Promover melhor a Educação, ter uma Saúde mais eficiente, estruturar a área de turismo para potencializar nossa cultura, história e imagem lá fora mostrando uma outra Canindé que muitos não conhecem. Temos planejamento e vamos colocando em prática de acordo com as condições.

JLPolítica - Como é a relação do senhor com o Poder Legislativo? Ele tem facilitado ou prejudicado a gestão do município?
Weldo Mariano -
Fui vereador por duas vezes e presidente da Câmara uma vez. Meu avô e meu pai também foram vereadores. Sei como cada vereador atua. Nossa relação, tanto com a Câmara quanto com cada um parlamentar, é ótima. A facilidade que a Câmara me dá é em me ajudar a administrar o município diante das dificuldades que temos e eles sabem. A Prefeitura e Câmara Municipal são poderes com papéis distintos e sei respeitar e entender. Eu digo que a nossa relação é ótima.

JLPolítica - Num município como Canindé, politicamente ativo, além dos desafios administrativos, também é preciso lidar com uma oposição atuante. Como o senhor tem enfrentado essa questão?
Weldo Mariano -
Com tranquilidade. Eu desci do palanque no dia da vitória em 15 de novembro do ano passado e tenho mostrado isso. Tenho respeito por todos. O enfrentamento é no campo político das ideias, pessoalmente prefiro a paz e respeito as opiniões. Sou de paz. Os desafios administrativos nós vamos resolvendo como podemos e o bom de Canindé é que todos sabem as dificuldades e se não quiserem reconhecer, paciência. O que posso afirmar é que o nosso mandato preza pela boa relação com todos.

JLPolítica - O senhor defende que o PT vá à sucessão estadual de 2022 com candidato próprio, e quem deverá ser ele?
Weldo Mariano -
O que o PT decidir eu analisarei e emitirei minha opinião.

JLPolítica - O PT do sertão não vai indicar uma candidatura de deputado estadual ano que vem?
Weldo Mariano -
Essa questão é uma decisão de foro íntimo da direção do Diretório Municipal daqui. Eu sou apenas um filiado e um político com o cargo pelo partido. No mais, quero agradecer ao JLPolítica na pessoa do jornalista Jozailto Lima pela oportunidade de nos entrevistar e me colocar sempre à disposição para qualquer questionamento. Eu entendo que a imprensa é um setor sério da sociedade e deve ser tratada com todo respeito e atenção.

 

Ω Quer receber gratuitamente as principais notícias do JLPolítica no seu WhatsApp? Clique aqui.

Deixe seu Comentário

*Campos obrigatórios.