Aparte
Jozailto Lima

É jornalista há 38 anos, poeta e fundador do Portal JLPolítica. Colaboração Tanuza Oliveira.

Ricardo Franco diz que Senado exige uma dedicação que ele não poderia dar desta vez
Compartilhar

Momento da posse de Ricardo, sob o olhar do então presidente Renan Calheiros e do ainda senador Eduardo Amorim

O primeiro suplente de senador do mandato de Maria do Carmo Alves, DEM, empresário Ricardo Franco, que disputou a eleição em 2014 também pelo DEM, justificou que não assumiu o mandato por 121 dias com a licença pedida esta semana pela titular estritamente por motivos particulares.

E esses “motivos particulares” teriam nome. “Na verdade, não assumi porque estou em altas ocupações na vida pessoal e empresarial neste momento, com muitas questões a resolver, e por entender que a tradição do Senado exige pessoas com dedicação plena e absoluta, como creio que o pastor Virgínio Carvalho virá corresponder”, disse Ricardo a esta Coluna nesta quarta-feira, 21.

O pastor Virgínio Carvalho é o segundo suplente e assumiu diante da indisponibilidade de Franco. Maria do Carmo solicitou 121 dias de afastamento alegando que são para tratamento de saúde - uma hipertensão arterial. Mas se ela se sentir melhor em qualquer período dentro desse prazo pode solicitar a retomada do mandato.

No dia 11 de novembro de 2015 Ricardo Franco assumiu a vaga de senador em lugar de Maria do Carmo, que pediu licença apara ser secretária de Ação Social de Aracaju na gestão do marido e prefeito João Aves Filho, que já dava sinais do Mal de Alzheimer.  

Ricardo ficou no mandato até o dia 18 de agosto de 2016. “Foram nove meses de grande aprendizado e de muito trabalho. Dei a minha contribuição em discussões e decisões relevantes para o ordenamento jurídico, econômico e social brasileiro. Apresentei Projetos de Lei, produzi relatórios sobre importantes matérias e participei ativamente das principais Comissões Permanentes do Senado, como as de Constituição e Justiça, Assuntos Econômicos, Educação, Direitos Humanos e Assuntos Sociais. Nesta última, como Vice-Presidente da Comissão”, disse Ricardo, na época.

Foto: Jonas Pereira/Agência Senado

 

Ω Quer receber gratuitamente as principais notícias do JLPolítica no seu WhatsApp? Clique aqui.

Deixe seu Comentário

*Campos obrigatórios.