Aparte
Cabo Zé: “Até o momento, Valmir não fez nenhuma obra em Lagarto”

Cabo Zé: queda de braços difícil com Valmir

O ex-prefeito de Lagarto, José Raymundo Ribeiro, o Cabo Zé, sem partido, contestou uma série de afirmações do atual prefeito Valmir Monteiro, PSC, feita na entrevista domingueira a este portal.

Entre elas, a de que está com 50 obras em execução de janeiro até agora na cidade. “Vá fazer obra assim na casa da peste, menos em Lagarto. Porque por aqui, até o momento, ele não tem nenhuma”, refutou o ex-prefeito em telefonema a este portal. Logo cedo, ele descascou o prefeito no rádio - é dono da Eldorado.

“Outra coisa: aquilo de promoter fazer anel viário, avenidas de chegada na cidade, tudo é projeto deixado por mim. Pergunte ao povo de Lagarto quem é que bate na tecla disso todo dia”, diz Cabo Zé.

Cabo Zé contestou, também, a visão política que Valmir tem a respeito do enfrentamento da tradição lagartense. “Ele disse que enfrentou duas famílias poderosas, a Reis e a Ribeiro. Rapaz: ele deveria ter vergonha na cara e render homenagem a meu irmão Ribeirinho, que está numa situação difícil de saúde. Eu que botei ele na política”, afirma.

Cabo Zé se elegeu prefeito de Lagarto em 1992. E em 1996 apoiou o então empresário Valmir da Madeireira à sua própria sucessão. Perderam juntos. Em 1998, Valmir se fez deputado estadual. Em 2002, reelegeu-se. Em 2004, perdeu de novo para prefeito.

Em 2008, tendo um filho do Cabo Zé, o Júnior, como vice-prefeito, Valmir se faz prefeito de Lagarto. E em vez de se unirem, viraram oponentes. Valmir não se reelegeu em 2012, se fez deputado, de novo, em 2014 e voltou a ser prefeito em 2016.

Agora, o Cabo tenta construir terreno para em 2018 tentar se eleger deputado estadual. As coisas não lhe parecem fáceis. E dificilmente cumprirá o intento.