Politica & Mulher
Tanuza Oliveira

Jornalista desde 2010, com formação pela Unit e atuação em veículos impressos e em assessorias de comunicação em Sergipe. É repórter Especial do JLPolítica desde 2017.

Aracaju terá vice-prefeita em 2021 e, para ela, “missão dada é missão cumprida”
Compartilhar

Katarina: “Descemos do palanque e agora sou a vice-prefeita eleita de todos os aracajuanos”

A partir do próximo ano, a delegada Katarina Feitoza, PSD, preencherá o posto de vice-prefeita do município de Aracaju, vago desde que a petista Eliane Aquino tornou-se vice-governadora, em 2018. 

Katarina reconhece que o mandato de vice-prefeito de uma capital como Aracaju é de extrema importância e representatividade. “A mulher tem uma visão mais humana, mais acolhedora e mais inclusiva”, diz ela.

“Edvaldo também sabe disso e tem me dado todo espaço necessário para que eu possa expressar minhas ideias. Entrei para a política para mudar destinos e tenho a convicção de que os desafios são grandiosos, mas ao lado de Edvaldo Nogueira, podemos implantar todos os projetos e desenvolver ainda mais a nossa capital”, acrescenta Katarina.

Ela colaborou, inclusive, com a formatação do Plano de Governo registrado pela chapa na Justiça Eleitoral. “O Plano inclui minha visão em vários pontos que entendo serem fundamentais na futura gestão: políticas de valorização e proteção da mulher, defesa do consumidor, segurança pública, entre outros”, revela. 

Diante disso, Katarina reforça que será uma vice atuante, que não descansará um só um dia e estará sempre ao lado de Edvaldo. “Sou apta a atuar em qualquer área que for convocada por nosso prefeito. Os aracajuanos conhecem a minha postura e sabem que missão dada é missão cumprida”, destaca.

Katarina diz que tem imensa gratidão por tudo que o povo de Aracaju lhe proporcionou nessa campanha eleitoral.  “Foi um misto de amor, gratidão, carinho e expectativas no que eu e Edvaldo podemos fazer no comando da Prefeitura de Aracaju”, justifica.

Todos esses sentimentos foram depositados nas urnas e se transformaram em mais de 150 mil votos. Mas ela garante: a eleição já ficou para trás. “Descemos do palanque e agora sou a vice-prefeita eleita de todos os aracajuanos. Edvaldo repetiu em toda a campanha que me escolheu por ser mulher, gestora e comprometida com as causas sociais”, reitera. 

 

Ω Quer receber gratuitamente as principais notícias do JLPolítica no seu WhatsApp? Clique aqui.

Deixe seu Comentário

*Campos obrigatórios.