Politica & Mulher
Tanuza Oliveira

É jornalista desde 2010, com atuação em veículos impressos e assessorias de comunicação.

Maísa Mitidieri vê 2022 como bom momento para fortalecer as mulheres
Compartilhar

Maísa: "Sensibilidade muito grande com as questões femininas dentro da engrenagem política"

Presidente do PSD Mulher, a deputada estadual Maísa Mitidieri tem grandes expectativas para o partido nestas eleições. Isso porque, segundo ela, o Partido Social Democrático vem desempenhando um trabalho incansável no processo de inserção da mulher na política.

“O nosso agrupamento entende e tem uma sensibilidade muito grande com as questões femininas dentro da engrenagem política. Temos que entender que sendo mais de 52% da população somos capazes de nos representar onde quisermos”, afirma Maísa.

Por isso, ela acredita que, este ano, haverá, mais uma vez, uma quantidade satisfatória de mulheres disputando cargos eletivos pelo PSD, que é, até então, o partido com a maior bancada feminina nos Legislativos Estadual e municipais. “Isso me alegra bastante, pois comprova o quanto estamos no caminho certo”, destaca.

Maisa é deputada de primeiro mandato, mas já contabiliza algumas proposituras destinadas à defesa das mulheres, como o Projeto de Lei 287, que dispõe sobre a capacitação escolar de crianças e adolescentes para identificação e prevenção de situações de violência intrafamiliar na rede pública do Estado de Sergipe.

Já o PL 293 dispõe sobre a obrigatoriedade das concessionárias de serviços públicos essenciais do Estado de Sergipe a divulgarem em suas faturas os números de emergência em casos de ocorrência de violência doméstica e familiar.

Ambos estão em tramitação. Mas o 295, que o institui no Estado de Sergipe o Programa de proteção as mulheres “Sinal Vermelho” como forma de pedido de socorro e ajuda para mulheres em situação de violência doméstica ou familiar, foi aprovado e virou a lei Nº 08846.

Assim como a Lei nº 08870 de julho de 2021, que cria a campanha "Mais Mulheres na Política", e a inclui no Calendário Oficial de Eventos do Estado de Sergipe. Para Maísa, esses projetos refletem a importância da pauta em defesa da mulher dia a dia dela enquanto parlamentar.

“Na Assembleia Legislativa de Sergipe eu estou presidente da Frente Parlamentar em Defesa da Mulher e procuradora adjunta da Procuradoria Especial da Mulher da Alese, isso me faz estar ligada diretamente a essa pauta. Ser mulher e sentir na pele todas as dificuldades que enfrentamos é motivo mais que suficiente para ser sensível e lutar por políticas públicas para a área”, afirma Maísa.

 

Ω Quer receber gratuitamente as principais notícias do JLPolítica no seu WhatsApp? Clique aqui.

Deixe seu Comentário

*Campos obrigatórios.