Aparte
Jozailto Lima

É jornalista há 37 anos, tem formação pela Unit e é fundador do Portal JLPolítica. É poeta.

Miguel de Dr Marcos é apontado como favorável de reeleição em Porto da Folha com altos índices
Compartilhar

Miguel de Dr Marcos: desempenho excelente

Candidato à reeleição este ano, o prefeito de Porto da Folha, Miguel de Loureiro Feitosa Neto, o Miguel de Dr Marcos, PSD, tem amplas possibilidades de ser o vencedor das eleições no próximo dia 15 de novembro.

E com altos índices de votação e baixíssima rejeição. Isso é o que aponta uma sondagem de opinião pública realizada no município entre os dias 24 e 26 deste mês de outubro pelo Instituto França de Pesquisas – o IFP.

Se a eleição fosse feita naqueles dois dias da pesquisa, Miguel de Dr Marcos teria sido reeleito com uma faixa de 55% dos votos dos portofolhenses, tendo como vice José Ailton Alves, PSD, o Ailton de Zé Doutor.

Pelo questionário induzido - aquele no qual se oferecem os nomes dos candidatos e pergunta-se ao eleitor em quem ele gostaria de votar para prefeito -, o candidato Miguel de Dr Marcos, com o vice Ailton de Zé Doutor, é opção de voto para 55,74% dos entrevistados.

Neste questionário, o segundo lugar fica bem distante e pertence à candidata a prefeita Vanda de Dr Júlio - a Maria Valença Gomes, Podemos -, com 19,05%, ao lado da candidata a vice-prefeita Rita de Manoel de Rosinha, PT, a Maria Rita de Souza Freitas.

O terceiro lugar no induzido fica com o candidato a prefeito Manoel Lima - o Manoel Gonçalves Lima, PTB -, com 4,63%, que tem como candidato a vice o Dr Juarez Dentista - Juarez Isidoro de Souza Ferreira, PSDB. Neste questionário, o IFP apresentou as duplas de candidatos - a prefeito e a vice.

Nesta modalidade, ainda há 13,16% de portofolhenses que não sabem em quem votar ou que se declaram indecisos. Assim como tem 7,42% dispostos a não votar em nenhum deles ou a fazê-lo em branco ou nulo.      

O resultado da aplicação do questionário espontâneo – aquele no qual o IFP pergunta simplesmente em quem o entrevistado quer votar para prefeito, mas sem apresentar a lista dos candidatos -, os números são quase os mesmos.

Aqui, Miguel de Dr Marcos continua o preferido de 55,1%, Vanda a de 19,1% e Manoel Lima, o de 3,4%. Há 18,6% de portofolhenses que não sabem em quem votar ou que se declaram indecisos e 3,8% indispostos a votar em qualquer um deles, a votar em branco ou a anular.

Mas há na pesquisa do IFP um dado que confirma com altos índices a consolidação do nome de Miguel de Loureiro Feitosa Neto como o preferido dos portofolhenses.

À pergunta, “independentemente do candidato a prefeito que o sr(a) vota, quem o sr(a) acha que vai ganhar a eleição esse ano?”, nada menos do que 72,12% apontaram a figura de Miguel de Dr Marcos. Vanda veio com 14,18%, Manoel Lima com apenas 1,68%, e 12,02% disseram não saber ou estarem indecisos.

Outro indicador muito positivo para o candidato Miguel de Dr Marcos é o da rejeição. Diante da pergunta “Em qual deles o sr(a) não votaria de jeito nenhum para prefeito se as eleições fossem hoje?”, Miguel de Dr Marcos Prefeito e Ailton de Zé Doutor são os que têm o menor impacto - ou o melhor índice: apenas 14,63% não votariam neles.

Vanda e Rita de Manoel de Rosinha têm o segundo índice, com 18,05% de rejeição, e Manoel Lima e Dr Juarez, o pior, com 23,17%, em primeiro. Não rejeitariam nenhum deles ou votariam em branco e nulo nessa questão são 26,59% e não souberam ou se disseram indecisos sobre rejeição, 17,56%.

O IFP entrevistou 585 eleitores de Porto da Folha bem distribuídos entre a sede municipal, os seus diversos povoados e zona rural. A pesquisa foi contratada pelo Portal JLPolítica, tem uma margem de erro de quatro pontos percentuais para mais ou para menos e um intervalo de confiança de 95%. Ela está registrada no Tribunal Regional Eleitoral de Sergipe sob o número SE-08586/2020.

O município de Porto da Folha tem um universo de 22.581 eleitores. Esta é uma pesquisa quantitativa de opinião pública e foi feita utilizando o processo de amostragem probabilístico, onde todos os entrevistados tiveram as mesmas chances de figurar na amostra. As entrevistas foram realizadas pessoal e individualmente, com aplicação de questionários estruturados e padronizados perante a amostra representativa dos moradores.

Os questionários foram aplicados com perguntas espontâneas e perguntas estimuladas para tabulação simples em respostas únicas = 100%. Houve filtragem em todas as entrevistas e a fiscalização in loco pelos supervisores treinados exclusivamente para este tipo de trabalho nas proporções de um fiscal para cada quatro entrevistadores. 

A pesquisa aplicou questionários no centro, em bairros, conjuntos e em povoados de Porto da Folha, como Lagoa Redonda, Linda França, Lagoa do Mato, Ilha do Ouro, Lagoa Salgada, Umbuzeiro do Matuto, Lagoa da Volta, Lagoa do Rancho, Ranchinho, Mocambo, Ilha de São Pedro, Niterói e São Domingos.

 

 

Ω Quer receber gratuitamente as principais notícias do JLPolítica no seu WhatsApp? Clique aqui.