Politica & Mulher
Tanuza Oliveira

É jornalista desde 2010, com atuação em veículos impressos e assessorias de comunicação.

Nova gestão da OAB/SE promete mais espaço para as mulheres 
Compartilhar

Letícia: “Tenho muito orgulho em reafirmar que advogadas terão voz e vez”

Letícia Esteves da Costa Mothé Barreto é a futura vice-presidente da Ordem dos Advogados do Brasil em Sergipe - OAB/SE. Advogada desde 2016, ela foi eleita em novembro junto à chapa 2, que teve como mote a renovação da entidade após sucessivos mandatos de um mesmo grupo.

Sócia-fundadora da Mothé & Romão - Advogados Associados, Letícia  especialista em Direito Eleitoral pela Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais; em Ciências Criminais pela Faculdade Guanambi; coautora do livro Advogado do Futuro, professora de cursos jurídicos, palestrante e advogada militante.

“Como mulher, mãe, jovem e advogada criminalista, tenho certeza que essa vitória não foi somente minha, mas de uma geração”, afirma Letícia à Coluna Política & Mulher. Ela será a mais jovem no país a ocupar esse cargo, a partir de janeiro de 2022.

E, embora não seja a primeira vez que uma mulher ocupa a Vice-Presidência da entidade - Ana Lúcia Aguiar ocupa o cargo na atual gestão -, ela acredita que essa conquista abrirá caminhos para mais mulheres participarem ativamente da Ordem.

“A igualdade de gênero e ocupação de espaços pelas mulheres é uma luta necessária”, opina Letícia. De acordo com ela, a paridade de gênero, por exemplo, já é uma realidade obrigatória na composição da chapa, mas ainda é preciso fazer mais.

“Por isso, firmamos também o compromisso da paridade nas Presidências das Comissões, fortalecendo a participação das advogadas em cargos institucionais e debatendo políticas de Ordem”, revela a futura vice-presidente, ressaltando que a Diretoria é composta por cinco membros. 

Letícia entende que a advogada possui diversas pautas importantes e necessárias, que serão incentivadas pela nova gestão. “Incentivaremos a participação feminina na docência,  em eventos, palestras. Promover Lemos a inclusão da advogada mãe, dando suporte para sua atuação, por exemplo, com a a criação de berçário e ampliação do auxílio maternidade”, afirma.

O objetivo, segundo Letícia, é o de fortalecer a participação das advogadas nas comissões e em debates institucionais. “Somos maioria em inscrições na OAB e iremos mostrar a nossa representatividade”, avisa. 

No entanto, ela resgata que a “nova OAB” irá representar não só as mulheres, mas toda a advocacia. Isso porque, de acordo com Letícia, o acolhimento será para toda a classe, jovem ou sênior, que atue na capital ou interior. 

“Tenho muito orgulho em reafirmar que advogadas terão voz e vez. Afinal, a paridade não é a linha de chegada para igualdade, mas sim o caminho que permitirá a verdadeira inclusão e avanço”, argumenta. 

Letícia assegura que sempre procurou  exercer tudo na vida com muito zelo e dedicação e que não será diferente na condução da Vice-Presidência da Ordem dos Advogados. “Caminharei junto a Danniel Costa, nosso presidente eleito, e a todos os integrantes da nova OAB, com o propósito de buscar melhorias para a advocacia sergipana e sociedade”, garante.

 

Ω Quer receber gratuitamente as principais notícias do JLPolítica no seu WhatsApp? Clique aqui.

Deixe seu Comentário

*Campos obrigatórios.