Politica & Mulher
Tanuza Oliveira

É jornalista desde 2010, com atuação em veículos impressos e assessorias de comunicação.

Será que, com Danielle, se manterá uma mulher no Senado? 
Compartilhar

Danielle: “Os números servem como um combustível a mais”

A última pesquisa de intenção de votos dos sergipanos para o Senado Federal aponta Danielle Garcia, Podemos, no topo. Ela lidera em todos os cenários, segundo os números levantados pelo Instituto França e registrados no Tribunal Superior Eleitoral - TSE - com o número SE-01064/2022.

Na modalidade espontânea, onde não são apresentados nomes, a Delegada Danielle obteve 4,73% da preferência dos entrevistados. Já na induzida, onde são indicados alguns postulantes ao cargo, Danielle Garcia aparece com 18,15%, com uma margem de quase seis pontos percentuais para o segundo colocado. 

Danielle diz que recebe os números com muita humildade, mas admite que se trata de uma prova de que está no caminho certo e de que o projeto de mudança para Sergipe tem sido abraçado pelos sergipanos.

Mesmo diante do cenário positivo, Danielle Garcia ressalta que segue focada no trabalho de fortalecimento de sua pré-candidatura. "Os números servem como um combustível a mais para que a gente siga caminhando por Sergipe e dialogando com as pessoas para ouvir seus anseios, além de continuar defendendo os interesses do nosso estado. Queremos que a nossa mensagem chegue a mais cidadãos para que nossa pré-candidatura esteja cada vez mais fortalecida. Juntos podemos mais", enfatiza Danielle.

Vale lembrar que o novo senador por Sergipe sucederá Maria do Carmo, se for uma mulher, ao menos ajudará a manter os índices - já pequenos - de participação feminina nos espaços políticos. 

 

Ω Quer receber gratuitamente as principais notícias do JLPolítica no seu WhatsApp? Clique aqui.

Deixe seu Comentário

*Campos obrigatórios.