Entrevista

Jozailto Lima

Compartilhar

Georlize Teles: “Acredito que os aracajuanos me darão esse voto de confiança”

30 de outubro de 2020
“Na Prefeitura, darei meu ritmo e o fazer será da forma que entendo necessário”

Currículo extenso, filiada a um dos maiores partidos do país, apadrinhada pela “mãe dos pobres” Maria do Carmo Alves e orientada por um dos “gurus” da política sergipana - o presidente do Democratas Sergipe, José Carlos Machado -, Georlize Teles representa um agrupamento forte na disputa à Prefeitura de Aracaju, tradicionalmente considerado a verdadeira oposição.

Georlize reforça o time de delegados que disputam a eleição de 2020 e vê esse movimento com naturalidade. “A política não pode ser apenas para os tradicionalmente nascidos, ou daqueles que não tem compromisso com o povo, nem tão pouco uma arena de guerra. Precisamos modificar essa realidade, tornando a política interessante e visível”, afirma.

Para ela, inclusive, há relação entre as duas áreas em que atua. “A Delegacia é um local de acesso livre ao cidadão e um espaço de atendimento direto”, argumenta. “Ter o apoio da polícia é muito importante. Minhas atividades profissionais foram exercidas no âmbito da Segurança Pública e contar com o apoio dos colegas é muito bom”, completa Georlize.

A delegada também representa o gênero feminino nessas eleições e diz que criará políticas públicas efetivas que contribuam para a melhoria da qualidade de vida das mulheres. “Nesse sentido, a autonomia econômica é fundamental para que as mulheres possam prover seu próprio sustento e decidir por suas próprias vidas. É necessário ainda que as mulheres possam ter liberdade e condições favoráveis para escolher sua profissão, planejar seu futuro”, argumenta.

Isso porque, segundo Georlize Teles, grande parte das conquistas das mulheres no mercado de trabalho está ligada ao maior nível de qualificação delas. Sendo assim, ela promete promover, através da Fundat, diversos cursos voltados à capacitação feminina. 

“Propiciaremos, também, um aumento significativo no número de vagas em creches e na pré-escolas permitindo que as mães possam trabalhar com tranquilidade, tendo a certeza de que seus filhos estarão protegidos”, assegura.

A candidata diz que reconhece a importância João Alves, de quem foi secretária municipal, mas admite que tem história e identidade próprias, não sendo necessariamente uma herdeira de parte do espólio eleitoral dele.

“Em todos os municípios de nosso Estado tem uma marca de Dr João Alves. Por toda a Aracaju, encontramos a marca dele. Conheço os pensamentos dele de querer uma Aracaju melhor e mais bonita. Porém, tenho registrado sempre, Georlize tem uma história e identidade próprias. Na Prefeitura, eu darei o meu ritmo”, admite.

Georlize Oliveira Costa Teles é formada em Direito desde 1991 pela Universidade Federal de Sergipe - UFS - e tem especializações em Gestão Pública pela Fundação Getúlio Vargas - FGV; Gestão Estratégica em Segurança e Mediação de Conflito. 

Ela nasceu em 19 de janeiro de 1967, na cidade de Major Izidoro, Alagoas. Exerceu a titularidade em várias Delegacias Policiais do Estado, como a de Homicídios, Delegacia Especial de Proteção à Criança e ao Adolescente, Delegacia Especial de Turismo e Delegacia Especial de Proteção ao Consumidor.

Também foi coordenadora da 12ª Delegacia – a Plantonista; delegada especial de Proteção a Mulher; do Departamento de Atendimento a Grupos vulneráveis e da Delegacia de Trânsito; diretora da Coordenadoria de Polícia Civil da Capital de Sergipe; corregedora de Polícia Civil; diretora da Academia de Polícia Civil; membro do Corpo docente da Academia de Polícia; membro da Comissão que elaborou o Plano Estadual de Segurança Pública no ano de 2002 e da Comissão de Estudos Integrados para assuntos de segurança pública.

Georlize foi ainda, superintendente de Polícia Civil; diretora Administrativa e Financeira, secretária de Estado de Segurança Pública, secretária de Estado da Justiça, diretora de Segurança do Tribunal de Justiça de Sergipe, secretária da Defesa Social e Cidadania de Aracaju e secretária de Defesa Social de Cidadania de Estância.

Com a mãe, Joana Darc Oliveira Costa, em sua primeira Comunhão
Uma das delegadas pioneiras na política, Georlize Teles vê com naturalidade esse movimento
SUPERAR PRECONCEITOS DE DELEGADOS NA POLÍTICA
“Independentemente da área de atuação profissional, acredito que precisamos superar preconceitos, estereótipos. A política não pode ser apenas para os tradicionalmente nascidos, ou daqueles que não têm compromisso com o povo, nem tão pouco uma arena de guerra. Precisamos modificar essa realidade, tornando a política interessante e visível”

JLPolítica – A senhora foi uma das primeiras delegadas a atuar na política. A senhora vê correlação entre as duas áreas? 
Georlize Teles – 
Sim. A Delegacia é um local de acesso livre ao cidadão e um espaço de atendimento direto. Quanto a mim, quem conhece minha história sabe que eu sempre fui de envolvimento com as questões sociais. Sempre fui de um comprometimento pessoal com a sociedade. Quem me levou para a política foi o meu lado técnico e profissional. Disso não tenho dúvida. Venho para a política depois de ocupar vários cargos de gestão de modo exitoso.

JLPolítica – Na disputa direta com a senhora à Prefeitura de Aracaju há as também delegadas Katarina Feitoza e Danielle Garcia e Paulo Márcio, além de dois outros candidatos delegados a vereador. Como analisa esse movimento?
Georlize Teles – 
Independentemente da área de atuação profissional, acredito que precisamos superar preconceitos, estereótipos. A política não pode ser apenas para os tradicionalmente nascidos, ou daqueles que não tem compromisso com o povo, nem tão pouco uma arena de guerra. Precisamos modificar essa realidade, tornando a política interessante e visível. A política é a arte de construir em favor da sociedade. A discussão sobre política é muito relevante. Falta um conhecimento mais próximo sobre o que é política, infelizmente não aprendemos na escola. Nesse sentido, a política não pode ser negligenciada. Precisamos fomentar o exercício da cidadania no qual está incluso uma participação efetiva de todos os cidadãos, independente de classe social ou profissão. A participação dos colegas delegados só enriquece o processo democrático, pois oferece a sociedade escolhas.

É casada com o policial civil Júlio César Teles dos Santos
“LUGAR DE MULHER É ONDE ELA QUISER”
“A mulher ocupará espaços de decisão em nossa gestão. Sempre lutei pelo empoderamento da mulher, fazendo valer a máxima de que e que a mulher é capaz de ocupar todos os espaços com sensibilidade, acolhimento, competência, e acima de tudo com absoluto senso de justiça”

JLPolítica – A senhora buscou apoio na classe? Acha importante tê-lo?
Georlize Teles –
Com certeza, ter o apoio da polícia é muito importante. Minhas atividades profissionais foram exercidas no âmbito da Segurança Pública e contar com o apoio dos colegas é muito bom.

JLPolítica – A senhora também representa o gênero feminino nessas eleições, cujos índices de participação na política continuam baixos. Sendo eleita, a senhora pretende atuar também para fomentar essa participação? 
Georlize Teles –
Sim. A mulher ocupará espaços de decisão em nossa gestão. Sempre lutei pelo empoderamento da mulher, fazendo valer a máxima de que lugar de mulher é onde ela quiser e que a mulher é capaz de ocupar todos os espaços com sensibilidade, acolhimento, competência, e acima de tudo com absoluto senso de justiça.

Georlize Teles também tem curso e atuação como árbitra de futebol
PROJETOS DE POLÍTICAS PÚBLICAS PARA ELAS
“As mulheres terão políticas públicas efetivas que contribuam para a melhoria de sua qualidade de vida. Nesse sentido, a autonomia econômica é fundamental para que as mulheres possam prover seu próprio sustento e decidir por suas próprias vidas. É necessário ainda que as mulheres possam ter liberdade e condições favoráveis para planejar seu futuro”

JLPolítica – A senhora contempla as mulheres em seu plano de governo? Se sim, em quais projetos?
Georlize Teles –
As mulheres terão políticas públicas efetivas que contribuam para a melhoria de sua qualidade de vida. Nesse sentido, a autonomia econômica é fundamental para que as mulheres possam prover seu próprio sustento e decidir por suas próprias vidas.  É necessário ainda que as mulheres possam ter liberdade e condições favoráveis para escolher sua profissão, planejar seu futuro. Conciliar a vida profissional com a pessoal e, ainda, gerenciar uma casa, não é tarefa fácil. Trabalho, filhos, afazeres domésticos. É inegável que houve avanços, entretanto, alguns desafios ainda estão presentes quando o assunto é a presença das mulheres no mercado de trabalho, a discriminação ainda existe e a igualdade ainda não faz parte da realidade da maioria.

JLPolítica – De que forma exatamente?
Georlize Teles –
Grande parte das conquistas das mulheres no mercado de trabalho está ligada ao maior nível de qualificação delas. Sendo assim, iremos promover, através da Fundat, diversos cursos voltados à capacitação para o mercado de trabalho. Propiciaremos, também, um aumento significativo no número de vagas em creches e na pré escolas permitindo que as mães possam trabalhar com tranquilidade, tendo a certeza de que seus filhos estarão protegidos. Precisamos, ainda, iniciar um movimento que impulsione o desenvolvimento econômico de nossa cidade, que não só incentive o empreendedorismo, mas também dê apoio as microempreendedoras que já estão em atividade. É preciso estimular a geração de emprego e renda. Na área da saúde, buscaremos o fortalecimento da atenção à saúde; vamos instituir ainda estratégias inteligentes para consolidar as Redes Integradas de Assistência à saúde da mulher, além de implementar a Política de Atenção Materno Infantil, em vista garantia da atenção integral ao ciclo gravídico e puerperal.

Formada em Direito pela UFS, Georlize tem especializações em Gestão e em Segurança
DICOTOMIA ENTRE ARACAJU X ESTÂNCIA
“Em Estância, no comando da Secretaria de Defesa Social e Cidadania, pude desenvolver relevantes projetos. Saio como candidata à Prefeitura de Aracaju, porque tenho uma identidade com nossa capital. Me fiz aracajuana por amor a nossa cidade, além de Aracaju precisar de um gestor comprometido com o seu povo, eu me reconheço como uma gestora com trabalho efetivo”

JLPolítica – E com relação às questões ligadas à segurança delas?
Georlize Teles –
No que concerne à área social, iremos efetivar o programa de Atendimento Especializado para Grupos de Vulneráveis através da integração entre a Guarda Municipal, um Centro de Referência em Assistência Social (CRAS) e o Departamento de Atendimento a Grupos Vulneráveis (DAGV), da Polícia Civil, com protocolo de atendimento especializado para vítimas de estupro, atentado violento ao pudor e outros crimes relacionados a esse tipo de violência. Buscaremos fortalecer vínculos com as famílias e envolvê-las nos programas socioeducativos. Na Segurança Pública, vamos priorizar ações de prevenção, defesa e promoção da cidadania e controle social, com ênfase na melhoria da estrutura de segurança pública, nos equipamentos públicos com índices mais elevados de violência. Destaco ainda o fortalecimento da Patrulha Maria da Penha na estrutura da Guarda Municipal, com o objetivo de inibir a reincidência de agressões e promover a assistência integral às mulheres, que já receberam medidas protetivas de urgência, determinadas pelo Juizado de Violência Doméstica e Familiar. Fomentaremos os grupos reflexivos conforme prevê a Lei Maria da Penha.

JLPolítica – Por que a senhora não se candidatou no município de Estância, onde estava trabalhando na estrutura do Poder Municipal?
Georlize Teles – 
Tenho um carinho imenso pela população estanciana, tendo recebido as duas maiores comendas do Município. Fui muito bem recebida por toda a gestão administrada pelo Dr. Gilson Andrade, atual prefeito, e candidato à reeleição. Em Estância, no comando da Secretaria de Defesa Social e Cidadania, pude desenvolver relevantes projetos, a exemplo da criação da Coordenadoria Estadual de Proteção e Defesa do Consumidor – Procon. Estância se tornou o primeiro Município do interior do Estado a ter um Procon. Desenvolvemos também na pasta atividades relacionadas a Defesa Civil, a SMTT, trabalhamos com ações que também efetivaram o  exercício da cidadania, a exemplo, na Guarda Municipal, os Guardiões da Paz, projeto que promove palestras em escolas, associações falando sobre bullying, violência doméstica, violência mulher, drogas, sempre procurando ouvir a comunidade. Saio como candidata à Prefeitura de Aracaju, porque tenho uma identidade com nossa capital. Me fiz aracajuana por amor a nossa cidade, além de Aracaju precisar de um gestor comprometido com o seu povo, eu me reconheço como uma gestora com trabalho efetivo. Fui escolhida pelo partido Democratas para disputar a eleição da Prefeitura, o que muito me honra. Conheço nossa cidade e buscarei acolher a todos, principalmente aqueles que mais precisam da presença do poder público. Fiz por onde passei. Quero fazer por toda Aracaju.

Georlize Teles tem dois filhos: Júlio César Oliveira Costa Teles, 24 anos, e João Vitor Oliveira Teles, 22
DA IMPORTÂNCIA POLÍTICA DE JOÃO ALVES
“Reconheço a importância de Dr João em Sergipe, pois em todos os municípios de nosso Estado tem uma marca dele. Por toda a Aracaju encontramos a marca de Dr João. Na última administração, ele teve a coragem de mudar o sistema de ônibus em Aracaju. Conseguimos construir um consórcio público que nem a gestão anterior, onde todos eram aliados políticos, não conseguiu fazer”

JLPolítica – Qual o papel do presidente estadual do DEM, José Carlos Machado, na candidatura da senhora?
Georlize Teles – 
Como presidente do partido, foi de Dr Machado a iniciativa de indicar meu nome para disputar a Prefeitura de Aracaju, por reconhecimento ao meu trabalho como gestora e pela história que construí em Aracaju. Ele deu todo a apoio necessário para a viabilização da minha candidatura. 

JLPolítica – O partido trabalha para eleger quantos vereadores? Ana Alves seria a preferida do time?
Georlize Teles –
Estamos trabalhando para ampliar a participação do partido na Câmara Municipal. Todos os candidatos a vereador merecem nosso apoio e respeito. Somos um time com 28 candidatos a vereadores e vereadoras de importância igual. Buscaremos eleger o maior número que pudermos. Temos trabalhado com afinco e nos apresentado ao eleitor.

Georlize acredita reunir características fundamentais para gerir Aracaju
MAS QUEM HERDARÁ ESPÓLIO DE JOÃO?
“Conheço os pensamentos dele de querer uma Aracaju melhor e mais bonita. Porém, tenho registrado sempre, tenho uma história e uma identidade próprias. Na Prefeitura, eu darei o meu ritmo e o fazer será da forma que entendo necessário. Seremos eu e o vice coronel Péricles comandando nossa cidade”

JLPolítica – A senhora acredita que herdará até que ponto o espólio de João Alves nessa eleição?
Georlize Teles –
Reconheço a importância de Dr João em Sergipe, pois em todos os municípios de nosso Estado tem uma marca dele. Por toda a Aracaju encontramos a marca de Dr João. Na última administração, ele teve a coragem de mudar o sistema de ônibus em Aracaju, enfrentando um problema que era crônico. Tirou uma empresa que prejudicava o sistema e fez isso com dignidade, me dando total liberdade de fazer o que era preciso para organizar o sistema. Conseguimos construir um consórcio público que nem a gestão anterior, onde todos eram aliados políticos, não conseguiu fazer. Na nossa, em respeito ao povo, construímos e mantivemos o sistema integrado. Avançamos na licitação do transporte, deixando o edital pronto. Depois, não tivemos mais tempo de fazer. Sobreveio a doença de Dr João. Quando soube em 2017 e acompanhando o processo da doença de Alzheimer que levou do Dr João ao estado vegetativo que encontra-se, decidi que não deixaria o legado do DEM desaparecer e assim sairia candidata. Tenho orgulho de ter trabalhado com Dr João Alves. Vou tentar dar efetividade a algumas ideias que ele não conseguiu porque a doença tomou conta. Conheço os pensamentos dele de querer uma Aracaju melhor e mais bonita. Porém, tenho registrado sempre, Georlize tem uma história e identidade próprias. Na Prefeitura, eu darei o meu ritmo e o fazer será da forma que entendo necessário. Seremos eu e o vice coronel Péricles comandando nossa cidade.

JLPolítica – Quais são os pontos mais urgentes que o futuro prefeito de Aracaju deve atacar?
Georlize Teles – 
Nossas ações governamentais estarão pautadas em diretrizes que norteiam a gestão pública com as quais pretendemos alcançar resultados eficientes. Essas diretrizes visam focar nas necessidades básicas e urgentes de nossa população, viabilizando um modelo de desenvolvimento pautado na retomada do crescimento, desenvolvimento econômico e criação de emprego e renda. Precisamos iniciar um movimento que impulsione o desenvolvimento econômico de nossa cidade, que não só incentive o empreendedorismo, mas que também dê apoio aos microempreendedores que já estão em atividade. É preciso estimular a geração de emprego e renda. Oferecer saúde e educação de qualidade ao nosso povo é prioridade.

Georlize Teles ao lado de João Alves, de quem foi secretária municipal
SEGURANÇA SERÁ UMA PRIORIDADE?
“É preciso governar pensando o ser humano em sua integralidade, cuidando da saúde, educação, segurança pública e sustentabilidade. As pessoas devem ser colocadas como prioridade. Sendo profissional da segurança, não descuidarei desse item. Assim, os órgãos da Defesa Social terão um papel relevante na garantia da cidadania do nosso povo”

JLPolítica – Por ser uma egressa da segurança pública, é natural pensar que um eventual Governo da senhora daria muita atenção a esta área?
Georlize Teles – 
É preciso governar pensando o ser humano em sua integralidade, cuidando da saúde, educação, segurança pública e sustentabilidade. As pessoas devem ser colocadas como prioridade. Assim, construiremos uma gestão factível, responsável e adequada à demanda dos aracajuanos, não arredando do compromisso com a promoção da vida com dignidade, ética e diálogo, de maneira a possibilitar uma gestão democrática, participativa e eficiente. Sendo uma profissional da segurança, não descuidarei desse item. Assim, os órgãos da Defesa Social terão um papel relevante na garantia do exercício de cidadania do nosso povo.

JLPolítica – Ter a senadora Maria do Carmo em campanha com a senhora tem que significado?
Georlize Teles – 
A senadora Maria do Carmo tem uma história de respeito e compromisso com o povo de Sergipe, ter o seu apoio a minha candidatura, muito me honra e aumenta ainda mais minha responsabilidade.

Ocupou a titularidade de várias delegacias e órgãos da Segurança
CHANCES DE VITÓRIA?
“A eleição só termina com a apuração das urnas e a declaração do TRE do candidato vencedor. Acredito que agora os aracajuanos estão conhecendo melhor meu trabalho e me darão esse voto de confiança. Reitero o papel fundamental exercido pela imprensa, dignificando o processo eleitoral, propiciando espaços qualificados como este, no qual é possível expor nossas propostas à população”

JLPolítica – A senhora é mais uma bolsonarista na parada sucessória?
Georlize Teles – 
Sou Georlize. Tenho minhas convicções e identidade própria, compartilho sim várias das pautas da direita bolsonarista, que buscam o enfrentamento à corrupção, o respeito a família e aos valores cristãos. 

JLPolítica – Como tem sido a campanha da senhora e para o que ela aponta?
Georlize Teles –
Tem sido um aprendizado. Sou grata a todos que vêm me apoiando nessa trajetória. A população de Aracaju tem me recebido de braços abertos. Nas minhas caminhadas pelas ruas de Aracaju, percebo que a população está querendo mudança. Precisamos buscar a recuperação da confiabilidade na Gestão Pública, restabelecendo as condições de funcionamento da cidade, pautadas em um desenvolvimento econômico sustentável e justo, comprometido com diretrizes estabelecidas em padrões éticos e transparentes.

Georlize Teles foi secretária de Estado da Segurança Pública e da Justiça
DOS MOTIVOS DE QUERER SER PREFEITA
“Quero ser prefeita em Aracaju porque acumulei experiência em gestão, nos diversos cargos públicos que exerci mostrando a sociedade meu compromisso. Temos grandes desafios a enfrentar, porém, junto com a sociedade faremos uma administração vitoriosa, transformando a cidade de Aracaju em uma “Cidade de Oportunidades””

JLPolítica – A essa altura, restando apenas 15 dias para as eleições, como a senhora avalia as chances de vencer?
Georlize Teles –
Não há garantia antecipada de vitória a nenhum candidato. Estamos vivenciando uma eleição diferenciada, o cenário ainda está indefinido. Acredito em Deus e na população aracajuana que certamente confiará os destinos de Aracaju a um gestor qualificado, comprometido e ético e, com certeza, trago comigo esses requisitos. 

JLPolítica – Na última pesquisa, a senhora ficou em quinto lugar, com 4% das intenções de voto. A senhora vê tempo e possibilidade de reverter esse quadro?
Georlize Teles – 
Sim, a eleição só termina com a apuração das urnas e a declaração do Tribunal Regional Eleitoral do candidato vencedor.  Acredito que agora os aracajuanos estão conhecendo melhor meu trabalho e me darão esse voto de confiança. Reitero também o papel fundamental exercido pela imprensa, dignificando o processo eleitoral, propiciando espaços qualificados como este, possibilitando, aos candidatos um espaço plural e salutar, no qual é possível expor nossas propostas à população aracajuana. Quero ser prefeita em Aracaju, porque acumulei experiência em gestão, nos diversos cargos públicos que exerci mostrando a sociedade meu compromisso. Temos grandes desafios a enfrentar, porém, junto com a sociedade faremos uma administração vitoriosa, transformando a cidade de Aracaju em uma “Cidade de Oportunidades”, possibilitando adequadas condições de vida para todos.

Ao lado da família, em um momento de fé