INFORMAÇÃO E ORIENTAÇÃO COVID-19
Por PMA | 24 de Jun de 2020, 16h25
Aracaju pela Vida já realizou 31 visitas a pacientes com Covid-19
Campanha de informação e orientação à população sobre a Covid-19
Compartilhar

Equipe da Prefeitura de Aracaju em atendimento domiciliar (Foto: Marcelle Cristinne)

MONITORAJU 

Lançado no dia 16 de março, o serviço MonitorAju foi uma das primeiras medidas da Prefeitura de Aracaju para o combate ao novo coronavírus. Segundo a Secretaria da Saúde de Aracaju, já são cerca de 25 mil atendimentos, entre pessoas que já receberam alta, que continuam sendo monitoradas e recepcionadas no aeroporto.

AVALIAÇÃO 

O médico Rodrigo Damázio, que participou das primeiras visitas, avaliou como positivo o primeiro dia de trabalho. “Nas primeiras visitas, fizemos alguns testes, dispensamos medicamentos e fomos recebidos por muita alegria e expectativa por todos. Tivemos uma impressão muito positiva desse trabalho. Esperamos que esse projeto possa gerar ainda mais resultados positivos”, opinou.

A enfermeira Carine Ferreira também afirma que a equipe foi bem recebida pelos pacientes. “Fomos muito bem recebidos, realizamos todos procedimentos. No geral, foi uma boa experiência para os profissionais, mas, principalmente, para os usuários. Muitos pacientes ainda sentem medo e essa visita faz bem também para o psicológico de quem nos recebe, além de dar mais segurança nas condutas que devem ser tomadas, caso haja alguma complicação”, evidenciou.

E após o primeiro dia, a enfermeira Helen Cristiny avalia que a importância do projeto é justamente o acompanhamento da evolução de cada paciente monitorado pelo município. “Em nossas visitas, já vimos muitos casos em regressão, já estáveis. Porém, quando conseguirmos mais dados das UBS, teremos a possibilidade de atuar com pacientes mais agravados, o que vai ser essencial para encaminharmos as pessoas aos leitos de retaguarda no momento certo”, avaliou.

Helen Cristiny: acompanhamento da evolução de cada paciente

“Até o momento, realizamos 14 testes para detecção da Covid-19 e vamos continuar observando a evolução da doença nessas famílias, se elas precisam ou não de um encaminhamento para unidades de referência. Isso nos possibilitará reduzir o agravamento das pessoas infectadas e, com isso, a necessidade dos leitos de UTI”, contextualizou Sindaya Belfort, informando que, até o momento, apenas um paciente necessitou ser transferido unidade hospitalar.

As visitas serão realizadas de segunda a sexta-feira, das 7h às 17 horas, nos mesmos dias e horários de funcionamento das Unidades Básicas de Saúde - UBS -, e os dois primeiros bairros foram escolhidos por terem uma maior concentração dos números de casos pela divisão de população territorial.

Rodrigo Damázio: gerar ainda mais resultados positivos

Como objetivo de ampliar o monitoramento dos casos da Covid-19 na capital, a Prefeitura de Aracaju, por meio da Secretaria Municipal da Saúde - SMS -, criou o ‘Aracaju pela Vida’.

Lançado nessa segunda, dia 22, até o momento, as seis equipes de médicos e enfermeiros visitaram 31 pacientes nos bairros Centro e Soledade, onde moram pacientes que já foram atendidos nas unidades de referência para o coronavírus e atualmente estão em isolamento.

A técnica da Rede de Atenção Primária da SMS, Sindaya Belfort, explica que o projeto ‘Aracaju pela Vida’ foi criado para ampliar o serviço do MonitorAju.

Sindaya Belfort: reduzir o agravamento das pessoas infectadas