Pleito Eleitoral
Por Ascom | 30 de Set de 2020, 16h06
“Aracaju precisa de mais espaços esportivos pelo bem da saúde dos cidadãos”, diz Itamar Alves
Compartilhar

Na Capital, bairros como o Lamarão não possuem quadra de esportes para moradores

Ter momentos de lazer, realizar a prática de esportes, sem dúvidas, são ações importantes para um cidadão que busca uma mente e um corpo saudável, que preza por uma qualidade de vida. A adoção de hábitos saudáveis, por exemplo, é um importante fator para manter a saúde do coração em dia, diante de um cenário cada vez maior de mortes por doenças cardiovasculares – mais de 300 mil, no Brasil, em 2020.

De acordo com o cardiômetro da Sociedade Brasileira de Cardiologia (SBC), plataforma que busca conscientizar a população brasileira com dados em tempo real, no Brasil, as doenças cardiovasculares – más condições que afetam o coração e a circulação sanguínea – são responsáveis por mais de 1.100 mortes por dia, em torno de 46 mortes por hora, sendo que um óbito ocorre a cada 90 segundos.

Diante deste panorama, cada vez mais é necessário que a cidade de Aracaju seja revestida de praças de lazer, de equipamentos esportivos, distribuídos nas mais diversas localidades – da Zona Norte à Zona Sul. Contudo, na Capital sergipana, vários bairros ainda carecem deste tipo de infraestrutura ou necessitam urgentemente de manutenção preventiva. É o que nota o corretor de imóveis Itamar Alves, PP, candidato a vereador de Aracaju.

“Conheço os quatro cantos de Aracaju e percebo que várias comunidades da nossa cidade, infelizmente, não possuem infraestrutura recreativa. Vejam, o lazer, o esporte, é sinônimo de saúde, de vida. É sinônimo de jovem com mentes ocupadas, longe do mundo das drogas”, informa Itamar Alves.

Em visita ao Bairro Lamarão, na Zona Norte de Aracaju, Itamar Alves ouviu de vários cidadãos o apelo pela necessidade da construção de uma praça, estruturada com equipamentos esportivos. “O nosso Bairro é grande, mas, infelizmente, não tem uma praça com uma quadra poliesportiva. Muitas pessoas já chegaram aqui dizendo: “ah, no próximo ano estará pronta...”. E nada para nós até agora. É uma realidade triste”, afirma José Francisco dos Santos – integrante do time de futebol Caxias. 

Já no Conjunto Orlando Dantas, moradores se deparam com equipamentos sem manutenção, como afirma Michael Angelo, 38 anos, técnico residencial e integrante da Diretoria da Associação Recreativa Assembleia de Deus Bom Retiro. “Nosso campo é bem difícil praticar um bom esporte, pois tem muito buraco, o gramado em si não existe mais, inclusive, ocasionando machucado nas pessoas. O alambrado mesmo está todo ruim também”, afirma. 

“Por isso, uma vez eleito vereador da nossa Capital, eu irei sugerir, reivindicar na Câmara Municipal, junto com o prefeito, a implantação de academias ao ar-livre, da construção de mais praças em nossos bairros, onde os cidadãos possam realizar suas práticas esportivas, bem como a manutenção preventiva desses espaços”, informa Itamar, que, além do bem-estar físico e mental, ressalta outros aspectos importantes em torno da construção de equipamentos de lazer e esportes. 

“Um espaço recreativo estimula a prática regular de atividade física, melhora a autoestima do cidadão, favorece socialização da comunidade. E, como corretor, posso dizer com propriedade que uma obra desta valoriza imóveis em sua volta, afastando vândalos e usuários de entorpecentes”, destaca Itamar Alves.