RECONSTRUÇÃO
Por Ascom | 02 de Nov de 2017, 08h46
\"Dificuldades não tiram o nosso foco\", diz Edvaldo Nogueira
É este, de acordo com Edvaldo Nogueira, o sentimento que tem norteado o seu trabalho
Compartilhar

Prefeito Edvaldo Nogueira

Preparar Aracaju para o futuro. É este, de acordo com Edvaldo Nogueira, o sentimento que tem norteado o seu trabalho na prefeitura e que serviu de motivação para que ele retornasse ao comando do Executivo Municipal. Com esta premissa, o prefeito reuniu, na tarde desta quarta-feira, 1°, os servidores da Secretaria de Planejamento, Orçamento e Gestão para discutir o Planejamento Estratégico. 

Como parte do processo de discussão dos projetos que norteiam a gestão, Edvaldo e todos os secretários têm reunido os gestores e servidores de cada pasta para detalhar o Plano Estratégico do município. O prefeito tem feito questão de participar da maioria dos encontros. Tanto que nesta quarta, antes da reunião com a Seplog, ele participou das discussões sobre o tema na Empresa Municipal de Obras e Urbanização, a Emurb.

"O desafio colocado diariamente para nós é fazer com que Aracaju volte a ser uma cidade na qual as pessoas tenham prazer de viver nela. Foi para isso que fui eleito, para reconstruir a nossa cidade e devolver ao nosso povo a qualidade de vida. Neste sentido, o Planejamento Estratégico é a ferramenta que aproxima os nossos objetivos da realidade", afirmou o prefeito.

Edvaldo reiterou que a reconstrução da cidade não tem sido uma tarefa fácil, diante do quadro de dificuldades herdadas. "As dívidas de R$ 540 milhões, que encontramos na prefeitura, são um desafio que temos enfrentado, pois, todos os meses, além de pagarmos pelos serviços que estão sendo prestados na cidade, temos que arcar com o parcelamento da dívida do passado. Assim tem sido, com os fornecedores de medicamentos, com as empresas da limpeza pública, para que a cidade não pare de funcionar. A gente paga o serviço do mês e o parcelamento da dívida que o meu antecessor deixou", explicou.

Ainda neste sentido, o prefeito lembrou que só neste ano, já pagou 12 folhas salariais, sendo 10 delas do seu governo (janeiro a outubro) e duas da gestão passada (dezembro de 2016 e o 13° salário do ano passado). "A gente tem feito um esforço gigantesco para resolver os problemas encontrados. E os resultados estão aí: em 10 meses, já pagamos 12 folhas salariais. Não fossem as dívidas herdadas, nós teríamos concluído em outubro o pagamento dos salários de todo o ano. Temos tido dificuldades, mas, mesmo neste mês, com queda expressiva na arrecadação federal, a gente conseguirá pagar 100% dos servidores ativos até o quinto dia útil", frisou.

É diante deste quadro que o Planejamento Estratégico se reveste de maior importância, frisa Edvaldo. "O Planejamento nos dá as condições objetivas para que, estabelecidas a missão, a visão e os valores do nosso governo, a prefeitura possa atuar com foco, seguindo as diretrizes e sem perder o sentido do que queremos alcançar", disse.

É missão da atual gestão "tornar Aracaju referência da qualidade de vida, assegurar excelência dos serviços e promover desenvolvimento sustentável onde os cidadãos e cidadãs sejam protagonistas". Já a visão é a "de que a cidade assuma seu papel de protagonismo na construção do bem-estar e da cidadania". Para tanto, os valores do atual governo municipal, conforme explanou ele, são a "a inovação, a gestão que promove resultados, a ética e transparência, a eficácia, a eficiência e a efetividade das políticas públicas, e o protagonismo do cidadão".

"O apelo que faço aos servidores é que todos devem se apropriar do Planejamento. Se ficar no papel não vale de nada. Temos que dar materialidade ao Plano, colocando em prática os nossos projetos", concluiu Edvaldo.

Identidade organizacional

Em seguida, o secretário do Planejamento, Augusto Fábio Oliveira, apresentou o processo de internalização do Planejamento Estratégico que, de acordo ele, é um elemento fundamental na resolução dos problemas enfrentados pelos servidores da Prefeitura, e no inicio da construção de uma nova Aracaju.

"Hoje estamos dando um grande passo para a conquista da identidade organizacional e para o delineamento das ações estratégicas de todas as secretarias e órgãos que compõem o Governo Municipal, através da internalização do Planejamento Estratégico, quando apresentamos os direcionadores e projetos estratégicos que nos levarão a atingir a curto, médio e longo prazo, os resultados pretendidos. Cada servidor tem papel fundamental na execução desse projeto", disse o secretário.

Tornar Aracaju um cidade inteligente, humana e criativa, promover o desenvolvimento urbano, econômico e sustentável, além de promover o desenvolvimento humano e social são alguns dos eixos do Planejamento Estratégico.

"A gente buscou essas informações no Plano de Governo apresentado à sociedade pelo prefeito Edvaldo Nogueira, e que foi validado e reconhecido pelo povo como o melhor para Aracaju. É diante disso que contextualizaremos o Planejamento, que passará a ser nosso condutor na busca dos objetivos definido em cada uma das áreas da administração municipal", reiterou Augusto Fábio, destacando que o resultado do projeto culminará na reconstrução da cidade e da qualidade de vida dos cidadãos e cidadãs aracajuanas.

Deixe seu Comentário

*Campos obrigatórios.