EM NOTA
Por Assessoria do Mandato | 23 de Set de 2017, 19h07
Thiaguinho diz que votar IPTU de Edvaldo é traição ao contribuinte
Os empresários estão propondo algumas alterações na lei que favoreçam os contribuintes e a própria administração municipa
Compartilhar

Vereador Thiaguinho Batalha - PMB

Na manhã deste sábado, 23, o vice-líder do Governo na Câmara Municipal de Aracaju (CMA), vereador Thiaguinho Batalha (PMB), reuniu representantes da classe empresarial de Sergipe, em um café da manhã, para ouvir as suas considerações sobre o projeto do Poder Executivo que revoga o aumento do IPTU. Também participaram do encontro o líder do Governo no Congresso Nacional, deputado federal André Moura (PSC), o vereador Juvêncio Oliveira (DEM), o presidente da Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL), Breno Barreto, a presidente do Fórum Empresarial, Susana Nascimento, e o conselheiro da CDL, Milton Andrade.

Os empresários estão propondo algumas alterações na lei que favoreçam os contribuintes e a própria administração municipal. Uma das ideias seria privilegiar os contribuintes adimplentes, oferecendo descontos para àqueles que pagam o IPTU em dia. A classe empresarial também pede uma reavaliação do percentual do IPTU da Zona de Expansão. Com o impedimento de construir na região, muitos proprietários de terrenos estão questionando o pagamento do imposto com o mesmo percentual dos imóveis edificados.

"Aquele contribuinte que está em dia com o IPTU merece um benefício, como um desconto, e não somente o parcelamento. É uma das nossas propostas. A causa dos donos de terrenos na Zona de Expansão também é muito justa. Nós propomos uma alíquota menor e um prazo para que o proprietário comece a construir. Enfim, são ideias que nós estamos construindo e desde já agradecemos ao vereador Thiaguinho Batalha pelo apoio, levando os nossos pleitos até o prefeito", disse Breno Barreto.

O vereador Thiaguinho aposta que o diálogo é o melhor caminho para o entendimento. "Nós elogiamos a iniciativa da Prefeitura em revogar o aumento do IPTU, mas como vereador e vice-líder da bancada, temos a obrigação de ouvir os empresários que apresentaram algumas considerações importantes. Nossa função é ser o interlocutor, por isso estamos ouvindo ambas as partes para chegarmos em um denominador comum, sem que ninguém seja prejudicado. Esta será a nossa forma de atuar junto com o líder Professor Bittencourt", disse Thiaguinho.

O deputado federal André Moura se colocou à disposição dos empresários e disse que o pleito é muito justo. "Os dados que o vereador Thiaguinho nos trouxe, mostrando que o fato de aumentar a alíquota não significa aumento de arrecadação, é muito pertinente. E os números recentes mostraram isso. No ano passado o próprio governo do Estado aumentou o ICMS em 1% e no ano seguinte a arrecadação caiu em mais de 4%. Então é preciso rever essa proposta. Vamos dialogar e buscar um entendimento entre legislativo e executivo em que todos saiam vencedores", disse.

Para o vereador Juvêncio Oliveira (DEM), o momento é de buscar um entendimento. "Sabemos que o município precisa arrecadar, porque assim ele consegue trazer os benefícios para o cidadão, mas nós estamos buscando um ponto em comum para que nem o contribuinte e nem o município sejam prejudicados. Eu parabenizo o vereador Thiaguinho Batalha pela iniciativa, é um exemplo muito claro de um jovem com boas intenções", comentou.

Deixe seu Comentário

*Campos obrigatórios.