BOMBA RELÓGIO
Por Infonet | 03 de Set de 2017, 18h53
Cerca de 300 inquéritos sobre corrupção tramitam na PF
Investigações correm sigilosas
Compartilhar

Inquéritos tramitam em sigilo na Polícia Federal (Foto: Arquivo Portal Infonet)

Tramitam cerca de 300 inquéritos policiais na Delegacia de Repressão a Corrupção e Crimes Financeiros (Delecor) da Superintendência da PF de Sergipe. De acordo informações de Mônica Horta, chefe do Setor de Comunicação Social da PF, os inquéritos estão em andamento e todas as investigações tramitam em sigilo.

São investigações, conforme Mônica Horta, que envolvem denúncias por supostas práticas ilícitas relacionadas a processos licitatórios, peculato, crimes de colarinho branco, gestão fraudulenta ou temerária de instituição financeira, peculatos,tráfico de influência, lavagem de dinheiro e corrupção, entre outras ações que apresentam indícios de crimes, em sua maioria, contra a administração pública. Os inquéritos ainda estão em andamento e os detalhes não podem ser oferecidos à imprensa até a conclusão das investigações, conforme alerta da chefe da Comunicação Social.

As denúncias após uma prévia investigação são formalizadas  na Corregedoria da Polícia Federal. “E havendo o mínimo de indício de crime, instaura-se o inquérito para aprofundar as investigações”, observou a chefe da Comunicação Social.

 

Por Cássia Santana