Política & Negócios
Por ASN | 07 de Set de 2020, 09h15
Governo de Sergipe fomenta economia criativa durante a pandemia
Por meio do Reinvente-SE, 102 apresentações fizeram parte de uma programação especial de difusão em plataformas digitais
Compartilhar

Lari Lima, cantora, uma das participantes do projeto

“O Reinvente-SE como o próprio nome diz foi uma maneira de enxergar o mundo por um novo olhar e saber se reinventar”. O comentário é do fotojornalista Arthur Soares, que integrou a diversificada lista de selecionados do Edital Reinvente-SE, promovido pela Fundação de Cultura e Arte Aperipê - Funcap -, em nome do Governo de Sergipe.

O projeto teve duração de quatro meses (maio a agosto), baseado na promoção da economia criativa artístico-cultural, através de conteúdos digitais.

Em oito chamadas realizadas neste período, categorias como música, arte visual, cultura popular, cultura africana, fotografia, artes cênicas (circo, teatro, música, dança), produção cultural, audiovisual e educação infantil foram destaques na ação. Ao todo, 102 apresentações fizeram parte de uma programação especial de difusão em plataformas digitais.

“A parte financeira chamou minha atenção claro, por conta do período que estamos enfrentando. Todavia, o reconhecimento como artista foi essencial. O conteúdo que apresentei no edital serviu para estimular as pessoas a usarem o próprio celular em registros do cotidiano, ou seja, uma forma de arte como passatempo e reflexão durante a fase crítica de isolamento social”, acrescenta Arthur Soares.

De acordo com a presidente da Funcap, Conceição Vieira, a iniciativa teve êxito com o apoio necessário ao segmento. “O nosso intuito foi despertar o potencial criativo no momento mais delicado que a classe artística enfrentava. O resultado não poderia ser diferente, já que conseguimos envolver um quantitativo considerável de profissionais da cultura. Tivemos 27 categorias, entre produções autorais e novos produtos, 50 na área da difusão do trabalho artístico e 16 em colaborativos em rede”, afirma.

Para a cantora Lari Lima, participar do edital possibilitou uma sensação de esperança. “Fiquei muito satisfeita ao saber que teria um novo contato com o público, mesmo de modo virtual. A proposta do show abordou justamente a importância de conectar uma energia positiva através da arte e música, no período de pandemia que tanto nos amedronta ainda. Digo com orgulho que participei do projeto que contempla diversos artistas independentes”, destaca.

APERIPÊTV

Além das apresentações nas redes sociais, o projeto também foi reproduzido na Aperipê Tv Canal 6.1, ao exibir, semanalmente, o programa Reinvente-SE, com a apresentação do jornalista Márcio Lyncoln, e o Reinvente-SE Emocional, com a apresentação da jornalista Dânia Matos e participação especial do psicólogo Daniel Roberto Soares.

Os programas estão disponíveis no Canal do Youtube da Aperipê TV com uma playlist de 74 conteúdos do Reinvente-SE e 36 conteúdos do Reinvente-SE Emocional.