Opinião
Por | 10 de Set de 2020, 19h00
Meu avô é um grande homem. Bem maior, no entanto, é seu coração
Compartilhar

Maria Celi Neta, ao lado do avô, com os irmãos João Manoel e Dudu, a mãe, Alda Cecília:e a avó Maria Celi “Nos ensina diariamente lições sobre empreendedorismo, garra e amor pela família”

[*] Maria Celi Neta

O espírito empreendedor, a liderança e o faro para os negócios são características indiscutíveis quando se trata do meu avô Luciano Franco Barreto.

Cresci escutando suas histórias sobre o começo da sua vida com a minha avó, Maria Celi, quando decidiu criar a Construtora Celi e tinha apenas um fusca e uma pequena sala com um colaborador.

Essas histórias sempre me inspiraram. Mas agora, que estou mais presente no dia a dia da empresa e vejo o seu tamanho e o compromisso com seus colaboradores, percebo o quanto é difícil colocar em palavras sua persistência e o sucesso da sua trajetória.

E por isso sei que quando se trata do meu avô Luciano Barreto, não são só as características relacionadas aos negócios que merecem o meu destaque. Porque até maior que elas (se é que isso pode ser dito), é o seu enorme coração.

Sim: o enorme coração do meu avô nunca deixou nenhum familiar ou amigo se sentir desamparado e sempre esteve e está ao lado da família, não importando o que acontecesse ou aconteça.

Ele sempre foi um super avô, que ao mesmo tempo que nos mimava com muito amor, nos ensinou a importância de ser humilde e sempre fazer o bem para o próximo.

Luciano Barreto, a quem tenho a sorte de chamar de avô, nos ensinou e nos ensina diariamente lições sobre empreendedorismo, garra e amor pela família.

E são este homem e este incomum modo de ser que neste 10 de setembro fazem 80 anos. Só tenho a desejar muita saúde para que o senhor possa nos ensinar cada dia mais. Te amamos!

[*] É neta do aniversariante e está concluindo o curso de Administração de Empresas e iniciando o do Direito.

 

Ω Quer receber gratuitamente as principais notícias do JLPolítica no seu WhatsApp? Clique aqui.