PRONUNCIAMENTO
Por Agência de Notícias Alese | 19 de Set de 2017, 08h15
Pastor Antônio solicita agilidade na reabertura do Hospital da Polícia Militar
\"É impossível dar atendimento digno num estado de lotação daquele, sem ter acomodação digna e faltando medicamentos e insumos. Enquanto isso, o HPM está fechado\", disse ele
Compartilhar

Pronunciamento foi feito nesta segunda, após uma visita ao Huse (Foto: César de Oliveira)

O deputado pastor Antônio dos Santos (PSC),  pediu durante pronunciamento na tarde desta segunda-feira, 18 na sessão da Assembleia Legislativa de Sergipe (Alese), que o governador Jackson Barreto (PMDB) e o secretário de Estado da Saúde, José Almeida Lima, possam agilizar a reabertura do Hospital da Polícia Militar (HPM), para que o Hospital de Urgência de Sergipe (Huse), seja desafogado.

“Solicito a reabertura do HPM para que possam colocar a disposição da população e aliviar a situação do Huse, cujos corredores estão superlotados.  Eu tenho andado no hospital e percebido que o hospital está se transformando numa fábrica de mutilação, por conta de tantos acidentes de motos. As pessoas que transitam de moto e de bicicleta precisam ter mais cuidado”, lamenta.

Pastor Antônio disse que na manhã desta segunda-feira esteve no Hospital de Urgência de Sergipe. “Sempre vou no Huse, e hoje vi ali um amontoado de gente. Eu não quero cobrar da gestão, pois tenho visto esforço do secretário e do diretor, mas a quantidade de gente vítima de acidentes e atentado contra a vida é muito grande. Um corredor de catástrofe cheio de macas e pessoas precisando de atendimento. É impossível dar atendimento digno num estado de lotação daquele, sem ter acomodação digna e faltando medicamentos e insumos. Enquanto isso, o HPM está fechado, com várias enfermarias, seis UTIs e espaço, mas a população continua sendo maltratada